MEMÓRIAS DE UM REPÓRTER (DO INTERIOR)


 
 

EMPRESA ESPECIALIZADA REALIZA
PROSPECÇÃO SÍSMICA NA REGIÃO

 

Depois de concluir o levantamento topográfico de uma extensa área geográfica compreendida pelos estados de Mato Grosso do Sul, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, a GEORADAR-Levantamentos Geofísicos, começa a realizar prospecção sísmica na região de Presidente Prudente. Os trabalhos com aprovação da Agência Nacional de Petróleo  (ANP)  foram desenvolvidos até a última semana na margem matogrossense de Bataguassu.

Daqui para a frente serão realizadas operações similares na outra margem da Bacia hidrográfica do Rio Paraná, começando por Presidente Epitácio e passando por várias cidades da região até alcançar Presidente Bernardes, Presidente Prudente, Indiana, Martinópolis, Rancharia, Assis, Santa Barbara do Oeste e outras localidades do Estado de São Paulo..

Um dos geólogos que atua nesta região, nos informou que a área de cobertura para estudos preliminares de avaliação é representada por 2.155 km. E qualquer indício de petróleo tem que ser comunicado à ANP. O primeiro trabalho a ser realizado compete à Equipe de Sonda, que analisa e registra a topografia de cada terreno pesquisado, em média 2 km lineares por dia, incluindo domingos e feriados.

A abertura das passagens se faz em linha reta de 1 m.de largura, com possibilidade de chegar até 3 m. a fim de permitir a passagem das Equipes de Operações e equipamentos utilizados nas pesquisas do solo. O levantamento topográfico se faz com a colocação de piquetes de madeira para a marcação das distâncias e também, direção da faixa pesquisada.

Na continuidade, se faz a perfuração do solo com a abertura dos furos de até 11 centímetros de diâmetro a cada 25 metros, com sondas mecanizadas para a colocação de explosivos sismográficos. Segue-se a detonação para obtenção dos dados sísmicos e recolhimento dos materiais utilizados em cada furo.

A seguir, se faz o tamponamento dos furos provocados pelas detonações. O passo seguinte será representado pela vistoria da área, a fim de apurar possíveis danos, encerrando-se assim, o trabalho na propriedade. Os explosivos utilizados nas operações são manuseados por pessoal especializado, com treinamento e capacitação para evitar acidentes.


Esta área situada na Bacia Hidrográfica do Rio Paraná recebe equipes especializadas na pesquisa do sub-solo, em busca de vestígios do petróleo.

 



Categoria: Notícias
Escrito por Altino Correia - Repórter às 18h35
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

DOIS MÉDICOS ILUSTRES SÃO
HOMENAGEADOS PELO CREMESP

Pela primeira vez, o Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo - Cremesp – prestou homenagem a dois médicos ilustres da região de Presidente Prudente, pelos seus 50 anos de atividades profissionais: Dr. Sizuvo Iamada e Dr. Wilson Meneguci. O ato foi presidido pelo Dr. Henrique Liberato Salvador (Conselheiro Regional) e contou também com a presença de dois ilustres representantes do Cremesp, Clovis Constantino (Vice-Corregedor), que falou sobre o Código de Ética e Mauro Aranha (1°. Secretário).

A homenagem que se desenvolveu no Anfiteatro da Sociedade de Medicina, teve significado especial porque se fez o credenciamento de 60 novos médicos, convocados para o recebimento de suas Carteiras Profissionais para o exercício da Medicina. E os dois homenageados deram a última aula para os formandos. Dr. Iamada e Dr. Meneguci têm uma excelente folha de serviços prestados à comunidade, merecendo todo o respeito e carinho da população. Na abertura, o Dr. Niew Iamada fez uma saudação especial aos novos médicos e ao pai, Dr. Iamada, o principal convidado para as homenagens do Cremesp.

O pronunciamento do Dr. Sizuvo Iamada, comoveu a todos, pelo relato fiel de sua carreira - desde a formatura em 1959 - pela antiga Faculdade Nacional de Medicina da Universidade do Brasil (atual Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro), perfazendo 50 anos de formatura. Com o propósito de homenagear os novos colegas médicos, Dr. Iamada relatou sua história de vida e carreira profissional.

No relato, diz o Dr. Iamada ter atuado como estagiário na Santa Casa do Rio de Janeiro, Maternidade Escola, Maternidade Clara Basbaum, Hospital Infantil de Botafogo, Maternidade São Cristóvao, Instituto de Ginecologia Prof. Arnaldo de Moraes, Hospital do Méier, Hospital Getúlio Vargas e outros. Na Maternidade São Cristóvão fez a 1ª. Cesárea, ajudado por um colega mais graduado, sem a mínima idéia ou consciência do que fez ou deixou de fazer como um autômato.

No 5º. ano de Medicina, tornou-se auto-suficiente monetariamente por ser aprovado em Concurso de Auxiliar Acadêmico de Medicina da Prefeitura e do SAMDU. Os pais e irmãos aliviaram seus calos das mãos de lavrador, para compensar-se no orgulho e na alegria de formar um filho Doutor, entre os primeiros da Colônia Japonesa no Brasil.

Logo após, empunhando a Carteira do Conselho Regional de Medicina do Rio de Janeiro, inaugurou seu Consultório em Piedade, subúrbio do Estado do Rio, onde por “ conveniência e coincidência” morava uma linda namorada e futura esposa por 49 anos atuais. A experiência do Consultório foi tão positiva e contagiante que o impulsionou a ir para o interior de São Paulo. Nominalmente: Presidente Venceslau, no ano de 1961, completamente seguro de si profissionalmente.

Relata Dr. Iamada, que sua vinda para Presidente Venceslau foi coroada de sucessos. “Por isso, em Dezembro de 1961, Muriel e eu nos casamos”. E acrescenta: com a abertura do Consultório no melhor ponto da Avenida D. Pedro II, a vida em Venceslau prosperava e eu acompanhava tudo com muito entusiasmo. Os colegas de hoje, por certo, me invejariam.

Diz ele que tudo era fácil, e em dinheiro (metal sonante), e como exemplo havia o contraste de estradas de terra poeirentas ou barrentas, contra a constância diária do avião que sem escala, levava diretamente para São Paulo. Que tempo bom! Um dia de trabalho bem remunerado levava (no final do dia), um fim-de-semana no Rio de Janeiro, namorando tranqüilamente.

Dr. Sizuvo Iamada relatou sua vivência em Presidente Venceslau, onde teve a iniciativa de projetar a construção de uma Maternidade, reconhecendo a necessidade de uma assistência infanto-maternal de qualidade. Chegou mesmo a adquirir um terreno para a edificação, mas concluiu que o projeto teria melhor resultado em Presidente Prudente, onde o prefeito da época, Watal Ishibashi acenou com a possibilidade de apoio.

Empolgado com o desenvolvimento da cidade, ele adquiriu uma área inicial de 1.200 m2, ampliada posteriormente para 2.400 m2 onde implantou sua Maternidade, hoje, Hospital e Maternidade Presidente Prudente, inaugurada em meados de 1971. A construção em si foi considerada modelo avançado na época. Mereceu visita da Faculdade de Administração Hospitalar de São Paulo, com referências e considerações elogiosas pela funcionalidade e higiene. Sempre na primazia no interior de São Paulo.

E depois de um relato minucioso de tudo que foi implantado em termos de equipamentos importados de última geração e da mais alta tecnologia, o Dr. Iamada cita seu estágio e treinamento na Faculdade de Medicina de Madri/Espanha no Serviço de Terapêutica Física sobre Ultra-Sonografia, como forma de estar a par das novidades para serem incorporadas – se possível – no trabalho diário.

“Costumo dizer aos jovens colegas, que quando me formei achava que entendia quase tudo de Medicina da época; que ingenuidade! Hoje, sinto não saber quase nada, somando ao que já esqueci. O processo da Medicina e Ciências em geral se desenvolveu em proporção geométrica nesses 78 anos. Contudo, o meu espírito curioso não me deixou à deriva”.

Na sequência, disse o Dr. Iamada que em meados dos anos 80, ocorreu uma completa transformação em sua Maternidade e Hospital Geral, como se tivesse caído do céu. Uniu-se aos dignos profissionais, Drs. Joaquim Siqueira, José Renato Toselo, José Máximo Volpon e Osmar Marchiotto. Foram surpreendentes empreendedores, aos quais agradece profundamente e sem eles não teria criado um ambiente profícuo, bom, moderno e digno de Presidente Prudente. Agradeço ao Dr. Henrique Liberato Salvador, Conselheiro Regional do CREMESP, mentor e promotor do evento honroso e significativo para nós; e aos jovens profissionais de Medicina, pela oportunidade em participar da alegria de ser Médico.

E finalizando diz o Dr. Sizuvo Iamada: “É o momento muito oportuno de agradecer a companheira de 50 anos, que me incentivou, elogiou, sofreu comigo e dividiu as tristezas e alegrias da vida. Sem ela, não teria feito nada! Agradeço à Sra. Muriel Oliveira Iamada, com o coração transbordante de reconhecimento e gratidão. Agradeço aos filhos que me acompanharam todo o tempo, até mesmo nos momentos de fome física, no início do nosso empreendimento”.


No anfiteatro da Casa do Médico, em Presidente Prudente, as homenagens do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo. Dr. Sizuvo Iamada, o primeiro homenageado.


Dr. Wilson Meneguci também recebe expressivas homenagens da classe pelos seus 50 anos dedicados à Medicina na região de Pres. Prudente.


Os dois homenageados – com 50 anos de carreira na Medicina – recebem os cumprimentos dos representantes do Conselho Estadual – CREMESP.


A platéia presente, que acompanhou atentamente a palestra sobre Código de Ética, proferida pelo Dr. Clovis Constantino – Vice-Corregedor do Cremesp.


O juramento dos novos médicos que foram credenciados em número de 70, cumprimentados por antigos profissionais que exercem a Medicina na região.


O Conselheiro Primaz de Presidente Prudente e Repr.do Cremesp, Dr.Henrique Liberato Salvador e o Dr. Josué Toledo de Godoy, um dos pioneiros da medicina.



Categoria: Notícias
Escrito por Altino Correia - Repórter às 18h33
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

UMA MANSÃO DE 1.300 M2 TRAZ
A MARCA DE UM COMENDADOR

Os moradores de Presidente Prudente – em especial da Vila Marcondes e adjacências – não se cansam de admirar a beleza e a grandiosidade de uma mansão que existe naquele bairro de além-linha, desde 1952. A obra foi projetada e construída por iniciativa do Comendador Tanel Abbud (de saudosa memória), que foi empresário, político arrojado e figura benemérita.

A mansão tem 1.300 m2 e serviu inicialmente como Residência da família, considerada uma das mais tradicionais da cidade. Depois, com a morte prematura do Comendador em 25 de Setembro de 1958, com 53 anos de idade, o imóvel passou por reforma e transformações, sendo locado para outras atividades. Uma das últimas locações foi feita ao Departamento de Policia Federal, que ocupou o prédio por vários anos.

Atualmente está disponível, e segundo nos parece há grupos interessados na sua locação, pelo belo visual e por sua localização estratégica. O nome do Comendador está perpetuado em outros locais: no Viaduto que interliga a cidade à Vila Marcondes, na Escola Estadual Comendador Tanel Abbud na Vila Furquim, na Praça Monsenhor Sarrion e no Portal da Catedral de São Sebastião por ter sido o doador do Relógio da Torre, que há muitos anos serve de orientação para toda a população.

Para saber mais, procuramos para um contato pessoal, o filho Antonio, o herdeiro da mansão deixada como patrimônio da família pelo Comendador Tanel Abbud. Ele, os irmãos e demais familiares mostraram inúmeros recortes de jornais da época e uma Revista recente que publicou matéria especial sobre a vida do benemérito e saudoso Comendador.

Abaixo, vamos reproduzir alguns trechos, lembrando porém, que Tanel Abbud nasceu em Rashayya El Fukhar/ sul do Líbano, razão pela qual a família adotou como símbolo, o Cedro do Líbano. Ele chegou ao Brasil com 12 anos de idade, em 1917. Deslocou-se para Presidente Prudente, onde fixou residência em 1935, depois de percorrer diversas cidades, entre as quais, Brotas e São José do Rio Preto.

Naturalizou-se brasileiro desde 1950 e exerceu importantes cargos, como Diretor da Santa Casa e da Associação Comercial. Foi também candidato a Prefeito, mas não conseguiu se eleger. Depois, concorreu às eleições estaduais, como candidato a Assembléia Legislativa do Estado, mas veio a falecer duas semanas antes das eleições. Foi amigo pessoal do ex-Governador Carvalho Pinto e do ex-Governador e ex-Presidente Jânio Quadros.

No comércio Tanel Abbud foi muito atuante, trabalhando com máquinas de beneficiamento de arroz e café, compra e venda de cereais.. Era empresário do ramo de transporte, com uma frota aproximada de 50 caminhões. Veio para o Brasil em companhia dos pais. Aquí casou-se e constituiu família. Além do Relógio da Catedral foi também doador do Sino da Igreja Santuário de Nossa Senhora Aparecida, de Vila Marcondes.

Foi por esse gesto humano, de solidariedade e fervor religioso que ele foi agraciado com a Comenda de Cavaleiro da Ordem Concórdia de Roma, entregue pelo Comendador José Trevisan. Após o falecimento em 1958 foi sepultado em São Paulo, mas seus restos mortais foram trasladados no dia 03 de Dezembro de 2008 para o descanso eterno no Cemitério de São João Batista, em Presidente Prudente.


A mansão de 1.300 m2, projetada e construída pelo Comendador Tanel Abbud na Vila Marcondes. Antes e após sua transformação.


Aqui, o destaque é para o Cedro do Líbano como símbolo da terra em que nasceu o Comendador em 1905, no sul do país.


Sua vida e sua história, desde a chegada ao Brasil com 12 anos de Idade e sua morte com 53 anos,estão relatadas nesta página da Revista VITRINE, editada em Pres.Prudente/SP.


Revista e a foto identificam o arrojado homem de negócios - político e generoso - que teve brilhante trajetória e mereceu o título honorifico de Comendador.



Categoria: Notícias
Escrito por Altino Correia - Repórter às 18h29
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

INSS AMPLIA ATENDIMENTO
INJETANDO MAIS DINHEIRO

A Agência Regional da Previdência Social em Presidente Prudente, anuncia a injeção de novos recursos financeiros para atendimento aos aposentados, pensionistas e trabalhadores em geral. De conformidade com a planilha que nos foi apresentada pela Gerência Executiva do INSS durante o mês de Janeiro deste ano, os recursos totalizaram R$102.855.455,95.

Durante os anos anteriores, a soma de benefícios representada por valores pagos foi assim representada: Em 2006 – R$62.555.182,79; 2007 – R$72.091.003,84; 2008 – R$75.336.419,77; - 2009 – R$84.373.787,90.

Os últimos quatro anos estão assim representados em termos de recursos da Previdência destinados à região de Presidente Prudente: Em 2006 – R$882.539.539,24; 2007 – R$985.688.344,72; 2008 - R$1.064.504.417,70 e 2009 – R$1.216.184.980.31.

Os benefícios estão assim representados: em Janeiro de 2006 – 136.143; 2007 – 143.281; 2008 – 144.804; 2009 – 148.547; Janeiro de 2010 – 154.733. Nos últimos quatro anos: 2006 - 1.661.260; 2007 – 1.744.253; 2008 – 1.761.499 e 2009 – 1.816.292 benefícios.

Em sua área de jurisdição, a Regional da Previdência Social vem dispensando especial atenção às cidades de maior densidade demográfica, onde estão programadas obras de edificação. É o caso de Martinópolis, que obteve aprovação para construir a nova Agência Previdenciária. As obras estão em franca execução.


A Agência Regional da Previdência Social em Presidente Prudente amplia sua faixa de atendimentos, com benefícios aproximados de 103 milhões no mês de Janeiro deste ano.


Em Martinópolis, as obras de construção da nova Agência Previdenciária encontram-se em rítmo bastante acelerado, conforme se vê na foto.



Categoria: Notícias
Escrito por Altino Correia - Repórter às 18h25
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

FAMÍLIA CENTENÁRIA SE REUNE
NUMA FESTA DE CONFRATERNIZAÇÃO

Na cidade de Pirapozinho/SP realizou-se durante o período carnavalesco uma festa sem precedentes em que foram lembrados e homenageados os pioneiros que vieram da Bahia e se instalaram nas primeiras propriedades rurais da região de Presidente Prudente. Foram os chamados “desbravadores”, representados por alguns casais ainda jovens, que vieram de pontos distantes, a fim de cultivar lavouras cafeeiras, de hortelã, amendoim, algodão, milho e feijão.

A Fazenda Santa Sofia em Presidente Venceslau – administrada na época pelo Sr. Carmo Panucci - foi a primeira a ser escolhida para o trabalho dos colonos da cafeicultura. Eles vieram juntamente com suas famílias (mulher e filhos),menores para diversos municípios da alta sorocabana. Alguns mudaram de Venceslau para Pirapozinho e outras cidades. Foi o caso de Cassimiro Alves da Silva, filho de José Alves – também conhecido por Zé Roxo – o primeiro a chegar juntamente com a esposa, Sra. Delfina Rosa da Silva.

A grande festa realizou-se no Videira Tênis Clube (Pirapozinho) e reuniu cerca de 400 pessoas. A maioria, membros da família pioneira com quatro a cinco gerações presentes. As primas mais idosas: Sra. Alice Amélia Correia, de Presidente Venceslau – 96 anos - juntamente com filhos e alguns netos: Sra. Helena Herculiani da Silva, de Pirapozinho – 83 anos – juntamente com alguns filhos, netos, bisnetos e uma tataraneta. Ambas foram homenageadas em público por todos os presentes.

Também participaram da festa alguns convidados especiais que não fazem parte da família, mas são amigos de longa data. Entre eles, Monsenhor Jesus e Padre Dirceu, que ministram a benção às mais idosas e seus descendentes, Dr. Talmir Rodrigues, Deputado Federal e a esposa, Adriana Rodrigues.

Quem nos conta toda a epopéia vivida pelo casal de pioneiros, Cassimiro e Dona Delfina Rosa, de saudosa memória,é o Professor Ademir Alves da Silva.

Brasil, Bahia, início do século XX.

Na cidade de Santo Antônio, estado da Bahia, vivia o jovem Cassimiro Alves da Silva, filho de José Alves, mais conhecido como Zé Roxo. Ainda muito jovem Cassimiro saí de casa e vai trabalhar no garimpo na região da chapada Diamantina na Bahia e nas regiões de Cassununga-GO e Barra do Garças-MT.

O jovem, então, em 1.924, resolve voltar para a casa dos seus pais e Zé Roxo percebe que o filho está pronto para assumir o casamento e começam a buscar uma noiva. Sabendo que seu amigo, Teófilo Evangelista da Silva, contava com duas filhas jovens e ainda solteiras, Zé Roxo propõe que seu filho seja apresentado a elas.

Cassimiro conhece a irmã mais nova, Amélia, que não demonstra interesse por ele. Na seqüência, é apresentada a Cassimiro a irmã mais velha, Delfina Rosa, com pouco mais de 20 anos, que demonstra entusiasmo em assumir compromisso com o moço. Na mesma hora, Zé Roxo e Teófilo acertam a data para o casamento. Os noivos só voltariam a se encontrar na data do matrimônio, que durou 54 anos.

Originada na Bahia, mais especificamente em Santo Antônio e Arapiranga, cidades de Cassimiro e Delfina, respectivamente, a Família Alves da Silva é a origem de várias outras uniões nas quais incorporaram as mais variadas raças, cores, credos, mas que sempre unidos representam o verdadeiro significado de “ser família”.

À data de 1924, em Arapiranga (BA), deu-se o matrimônio do casal Casimiro e Delfina. Em 1938, devidos às secas no interior baiano e em busca de terras férteis, com parte da família já constituida – o casal e 6 filhos - migrou da Bahia para Pirapozinho, cidade em que até hoje encontra-se a maior parte da grande família “Alves da Silva”. Já em terras paulistas, o casal teve ainda a felicidade de ter mais 4 filhos, totalizando 10: Juvenal, Maria Rosa, Valdemar, Carlos, Mário, Autelina, Ademar, Ademário, Aparecida e Rute

Muitos sobrenomes foram se agregando com os casamentos dos filhos, e hoje o afeto que os une é representado pelas festividades familiares, conversas, reuniões e, principalmente, pela saudade que todos sentem uns dos outros.

No final dos anos 30, quando os Alves da Silva deixaram à Bahia e vieram para a região oeste do Estado de São Paulo, encontraram terras férteis, porém cobertas pela Mata Atlântica. Foi preciso muito trabalho conjunto para derrubar matas e iniciar os cultivos de hortelã, algodão, amendoim e feijão, principais culturas da época.

Atualmente, a família Alves da Silva é constituída por cerca de 500 pessoas, espalhadas pelas mais diversas localidades: Pirapozinho, Presidente Prudente, Tarabai, Santo Anastácio, Alfredo Marcondes, Presidente Bernardes, Presidente Venceslau, Ourinhos, Santa Fé do Sul, Campinas, Piracicaba, Boituva, Sonora, Praia Grande, Brasília, Londrina, Campo Mourão, Sinop, Antônio Carlos Magalhães, Curitiba, Feira de Santana, São Paulo, Marília, Maringá, Centenário de Sul e tantas outras.

O casal Cassimiro e Delfina, ambos já falecidos, formou uma família numerosa, com 70 netos, 130 bisnetos e 30 tataranetos. Hoje, o membro mais velho da família é o Sr. Valdemar Alves da Silva, filho do casal Cassimiro e Delfina. Já o representante mais novo dos Alves da Silva é o pequeno Diego, nascido em 07 de fevereiro deste ano, filho de Ana Helena e Rodrigo, neto do Valmir e bisneto de Juvenal e Santinha.

O neto mais velho do casal Cassimiro e Delfina é o Florisvaldo, filho de Maria Rosa e Adolfo, e o neto mais novo é o Vinicius, filho de Rute e Josué.

Vamos relembrar alguns fatos marcantes, que nem todos conhecem:

1. Em toda “Sexta-feira Santa”, logo depois do almoço, a querida tia Rute levava os seus sobrinhos até córrego do sítio do Barreiro para que as crianças dessem os restos de alimentos para os peixes. Era a grande diversão da criançada!

2. Também nas “Sextas-feiras Santa” todos os jovens e crianças tinham o hábito de presentear seus padrinhos de batismo com uma lata de goiabada. Será que os padrinhos de hoje também iriam gostar de ganhar um presente desses?

3. Sempre que uma família matava um porco, era costume dividi-lo com os demais familiares. Considerando o tamanho dessa família, imaginem o quanto sobrava para o dono do porco?!

4. Quando as famílias trabalhavam no sítio, Delfina, mais conhecida como “mãe véia”, era quem preparava o lanche da tarde para seus filhos e netos. Era um momento muito esperado, quando todos podiam descansar, conversar e apreciar os deliciosos quitutes que só ela sabia fazer.

5. Pode parecer estranho nos dias de hoje, mas naquela época água encanada era artigo raro. Na cozinha da casa de “mãe véia”, havia uma caixa d'água, que ficava semi-aberta, de onde pegávamos água com uma caneca, que era compartilhada entre todos. Ainda bem que naquela época não se ouvia falar em dengue!

6. A vida não era nada fácil naqueles tempos! Caso alguém quisesse um copo de água fresca ou precisasse tomar simples um banho, era preciso buscar a água no poço. Além de não haver eletricidade, também não havia água encanada para os chuveiros. Imagine tomar um banho desses num dia frio!

7. Cassimiro, carinhosamente chamado de “Pai Véio”, era um grande contador de versos. Quem é que não se lembra dessas rimas: “Ô Regina, menina da canela fina!”; “Ô Bó, cabeça da sua vó!” “Vanderlei saracura é bicho feio tem cabelo no “joie” (joelhos)”.

8. Cassimiro e Delfina comemoraram as bodas de ouro em 1974, foi uma festa grandiosa cercada de filhos, netos, bisnetos e amigos. Finalizando essa história queremos dizer que esta família não para de crescer e nem de comemorar.

Vamos continuar crescendo e novas comemorações com certeza serão feitas.


Os mais idosos se reencontram em Pirapozinho para a grande festa de confraternização.


Cassimiro e D. Delfina (que partiram),foram pioneiros. Suas primas, Alice e Helena, as sucessoras mais antigas.


A saudação especial como homenagem aos antepassados. Prof.Ademir e Dr. Talmir.


Enquanto são homenageados os pioneiros, seus descendentes ouvem com atenção.


D.Helena Herculiani da Silva e família são lembrados na benção do Pe.Dirceu e Mons.Jesus.


As gerações dos Alves e Silva aqui estão para receber as homenagens e participar da festa.


Aqui se encontram: filhos, netos, bisnetos e até uma tataraneta descendente do casal Cassimiro e D.Delfina.


Para abrilhantar a Festa Centenária da família Alves da Silva, um show marcante e alegre.



Categoria: Notícias
Escrito por Altino Correia - Repórter às 18h22
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




PREFEITURA ROMPE COM A SABESP

A Prefeitura Municipal de Presidente Prudente, depois de sucessivos encontros decidiu romper o contrato em vias de renovação com a Cia. de Saneamento Básico do Estado de São Paulo – Sabesp – que estabelecia concessão por um novo período para captação, produção, tratamento e distribuição de água; coleta e tratamento de esgotos. Temos uma Agência Reguladora e um plano municipal de água e esgotos, que prevê investimentos de 200 milhões de reais, disse o prefeito.

A concessão inicial de 1978, teve seu prazo expirado em 30 de Setembro de 2009, mas o atual prefeito Milton Carlos de Mello (Tupã), concedeu mais prazo para nova tomada de decisão. Com isso, será aberta Concorrência Pública para todas as empresas interessadas em se habilitar, incluindo a própria Sabesp. Agora, o Departamento Jurídico da Prefeitura está cuidando do caso e também, de todos os procedimentos para que a licitação se faça até o dia 28 de Março de 2010, afirma Tupã.

Na última semana, de forma inesperada a Sabesp enviou uma notificação à Prefeitura. Informa da existência de cláusulas contratuais que garantem amparo judicial e indenização equivalente a 160 milhões por eventuais investimentos realizados no município. O documento vem assinado pelo Diretor de Sistemas Regionais, Umberto Semeghini. Mas o Superintendente Regional, Izaias Storch afirma que há interesse da estatal em retomar as negociações.

Por parte do Poder Publico Municipal, essa questão não impede a abertura de licitação. O que deve prevalecer é o interesse coletivo. Depois, a transparência, porque a abertura de licitação para a contratação de todo e qualquer serviço é sempre o melhor e mais democrático caminho a ser seguido. A notificação da Sabesp é apenas um ato privativo.


O prefeito Milton Carlos de Mello – Tupã – reuniu a imprensa, rádio e TV para comunicar o rompimento da Prefeitura com a Sabesp e anunciar a abertura de licitação para nova concessão de água e esgotos..


O Superintendente Regional da Sabesp, Izaias Storch ponderou que há interesse da Sabesp em retomar as negociações com a Prefeitura Municipal de Presidente Prudente.



Categoria: Notícias
Escrito por Altino Correia - Repórter às 18h13
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

POLICIAIS HOMENAGEADOS
PELA ATUAÇÃO EFICIENTE

O Comando do 18º BPM-I de Presidente Prudente homenageou no início deste mês no Sest-Senat, cinco de seus integrantes, em face de sua atuação destacada no cumprimento do dever de Policial-Militar. O ato foi presidido pelo Te.Cel.Geraldo Fernandes Néspoli Bernardinelli e reuniu – além dos homenageados – inúmeros convidados.

A vereadora Francisângela Fernandes Policate, que foi a mais votada nas últimas eleições em Álvares Machado (onde reside), também recebeu as honras de praxe, por ser esposa de um dos Policiais laureados. Trata-se do Soldado Policate - do PROERD - que está se transferindo para a Capital do Estado.

Os demais homenageados foram: o Sargento Junior e o Cabo-PM Eduardo, do Setor de Operações e SD-PM Josiane, do 18º BPM-I e Fabiana, SD-PM Temporária.


Os policiais-militares homenageados pelo 18º BPM-I de Presidente Prudente pela sua eficiente atuação como agentes da ordem e da lei.


A vereadora mais votada de Álvares Machado, Francisângela Fernandes também mereceu Menção Honrosa, como esposa do SD-PM Policate.


Aspecto geral da solenidade realizada nas dependências do Sest-Senat eem Presidente Prudente, com a presença de oficiais e SD-PM do 18º BPM-I.



Categoria: Notícias
Escrito por Altino Correia - Repórter às 18h08
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

O SHOW É DE GRAÇA NA
PRAÇA NOVE DE JULHO

A Praça 9 de Julho - em pleno centro de Presidente Prudente - está se transformando num reduto natural de shows latino-americanos. Quem passa pelo local se depara todos os dias (e de forma inesperada), com os mais variados intérpretes dos gêneros musicais, tanto do Brasil como de outros países do continente.

Na maioria das vezes, os visitantes chegam à cidade com o único propósito de demonstrar suas músicas e promover a venda de CDs por eles gravados, como forma honesta e natural de sobrevivência. O maior número de visitantes dedicados à música latino-americana procede de países vizinhos, como o Paraguai, Peru, Bolívia, Colômbia e Equador.

Cada grupo traz seu instrumental nativo e vestimentas típicas de cada país, em especial da região andina. Mas também há os que se dedicam ao artesanato e divide as atenções do público para a interpretação musical ou para os produtos expostos à venda. A Harpa é o instrumento que mais chama a atenção; depois, a flauta e os tambores.


Este grupo veio da Colômbia e trouxe juntamente com o folclore nativo, seus instrumentais típicos e produtos de artesanato.


Fazendo parte da família, esta jovem se encarrega de oferecer os CDs gravados pelo Grupo folclórico.


Em exposição na Praça 9 de Julho, os produtos artesanais que vieram especialmente da Colômbia para eventuais interessados.


Este casal dá um show de Harpa. Ele é paraguaio e ela é brasileira. Para auferir algum recurso para sua sobrevivência, eles vendem CDs.


E sempre tem gente interessada, em ouvir a música tipicamente paraguaia que é demonstrada “ao vivo” na Praça. E de graça!



Categoria: Notícias
Escrito por Altino Correia - Repórter às 18h05
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

DEPOIS DE DEZ ANOS, O CARNAVAL
VOLTA ÀS RUAS DE PRES. PRUDENTE

Inegavelmente foi um fato marcante na história de Presidente Prudente. O Carnaval de Rua voltou com força total. A Prefeitura liberou uma verba de 150 mil reais para incentivar o retorno das Escolas de Samba. E assim, os amantes do Carnaval tiveram a oportunidade de ver um belo espetáculo, de coreografia, músicas, alegria e muitas cores.

A festa começou no Calçadão e terminou no Parque do Povo, com as autoridades e um público calculado em 20 mil pessoas que aplaudiram as apresentações. Mesmo com longos períodos de chuvas, a festa agradou e deverá – com toda certeza – ser repetida em 2011.Após a abertura oficial, o Rei Momo Rubens de Mello Jorge e a Rainha eleita, Natália Rodrigues Gonçalves foram convidados a assumir o trono no Palanque Oficial, a fim de acompanhar o desfile das Escolas de Samba.

A participação do público serviu para demonstrar que a população aprovou a realização do Carnaval Popular, cujo resgate se deve ao atual prefeito Milton Carlos de Mello, Tupã. Meu compromisso surgiu durante a campanha eleitoral e com o apoio da Associação das Escolas de Samba, tudo se tornou viável – disse o prefeito. O público superou as expectativas e minha intenção é dar continuidade e aperfeiçoar a festa no próximo ano.

Está nos planos administrativos a ampliação das arquibancadas e maior incentivo aos grupos interessados em participar dos folguedos de Momo. Segundo o Secretário de Cultura e Turismo, Fábio Nougueira, o propósito é de trabalhar o ano inteiro e juntamente com a AESPP (Associação das Escolas de Samba de Presidente Prudente),organizar eventos para fortalecer o Carnaval, resgatando a cultura popular que é fundamental.


A Festa do Carnaval começou na 6ª.feira, no Calçadão da Maffei com a Corporação Musical 7 de Setembro, abrindo o espetáculo de rua.


No Parque do Povo, a festa de Carnaval ganhou maior expressão desde as primeiras apresentações, diante de uma grande platéia.


A festa continuou durante três noites, e mesmo com as chuvas manteve o clima de alegria e muito entusiasmo por parte dos carnavalescos.


Foi um espetáculo de cores, alegria, beleza e empolgação. Do palanque o Prefeito Milton Carlos de Mello acompanhou a festa popular que empolgou mais de 20 mil pessoas no Parque do Povo.



Categoria: Notícias
Escrito por Altino Correia - Repórter às 18h01
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

TESTES DE MEDULA: ELE FOI
O ÚNICO ENTRE 2 MIL PESSOAS

Desempregado e vive da venda ambulante de pães para ganhar seu sustento pessoal. João Jorge dos Santos – popular Jorjão – foi o único selecionado entre 2 mil pessoas para ser o doador de Medula Óssea. Nos testes a que foi submetido, comprovou-se que sua medula é compatível com o que está sendo exigido por uma senhora de origem estrangeira, que sofre de leucemia e aguarda ansiosamente por um doador.

Cônscio de seu papel e de suas responsabilidades, Jorge nos disse que está na expectativa do momento em que for chamado para os testes definitivos, pois entende que assim agindo estará ajudando a salvar uma preciosa vida humana. Ele tem 53 anos de idade, é desquitado, mas tem um filho que vive em sua companhia numa casa de aluguel.

O futuro doador de Medula Óssea, trabalhou como motorista da Cia. Elétrica Caiuá durante 14 anos e depois ficou desempregado. Às vezes é chamado para preparar churrascos caseiros, para os quais cobra apenas uma pequena importância. Para não ficar parado, percorre a cidade empurrando um carrinho de pães, vendendo-os de porta em porta para ganhar alguma coisa.

Os testes iniciais para verificação de tipos sangüíneos foram feitos em 2007 durante campanha realizada na EE “Alfredo Marcondes Cabral “ de Presidente Venceslau. Milhares de voluntários passaram pelos testes de leucemia, e só ele foi aprovado. Se necessário, provavelmente ele terá que se deslocar até o Rio de Janeiro, a fim de ser submetido à cirurgia de Medula através de remoção e implante sob a forma de doação.

Entre 100 mil pessoas selecionadas para receber medula óssea em vários países do mundo, João Jorge dos Santos foi o primeiro a ser escolhido como doador. Mas terá que passar por novos testes, antes da doação definitiva, o que vai ocorrer proximamente em Marília/SP. Sendo aprovado, ele seguirá imediatamente para o Rio de Janeiro. E diz que se for aceito se sentirá muito feliz!


Em Presidente Venceslau, onde reside em companhia de um filho, João Jorge dos Santos sobrevive com a porcentagem que ganha na venda de pães a domicílio.


Entre milhares de voluntários que se apresentaram para os testes de leucemia, Jorjão foi o único a ter Medula Óssea compatível com a exigência para doação.



Categoria: Notícias
Escrito por Altino Correia - Repórter às 17h59
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

MORRE CARLOS ARRUDA GARMS;

PARAGUAÇU TEM NOVO PREFEITO

A cidade de Paraguaçu Paulista tem novo Prefeito: o advogado Ediney Taveria Queiroz, que assume o cargo em decorrência da morte do titular, Carlos Arruda Garms, de 70 anos de idade. Ele faleceu no dia 08 de Fevereiro, quando era submetido a uma intervenção cirúrgica no INCOR, em São Paulo. Garms exerceu cinco mandatos como Prefeito de Paraguaçu Paulista e também ocupou posição destacada como empresário do ramo sucroalcooleiro na alta sorocabana.

Garms foi eleito para o seu quinto e último mandato, como candidato do PSDB e deixa viúva a Sra. Almira Ribas Garms e quatro filhos do casal. Foi o único prefeito conduzido ao cargo por dois mandatos consecutivos, além de Vereador e Presidente da Câmara Municipal. Era formado em Administração de Empresas e Economia, membro da ADESG – Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra e diretor-presidente da COCAL – Energia Responsável – com Usinas de Açúcar e Álcool em Paraguaçu Paulista e Narandiba/SP.

Simultaneamente, Carlos Arruda Garms atuava como titular do Conselho Estadual de Recursos Hídricos do Governo de São Paulo, e ainda: Conselheiro do Cofehidro – Conselho de Orientação do Fundo Estadual de Recursos Hídricos. Graças à sua atuação política, Paraguaçu Paulista conquistou a condição de Estância Turística e outros títulos. Seu último contato conosco, foi na Audiência Pública sobre a revisão do Código Florestal Brasileiro, realizada em Assis/SP.


Uma de suas últimas fotos, dois dias antes de ser submetido a uma cirurgia cardíaca no INCOR em São Paulo. Carlos Arruda Garms, um nome inesquecível! Abaixo, ele aparece ao lado de seu sucessor, Ediney T.Queiroz.


Carlos Arruda Garms - prefeito por cinco mandatos – colocou Paraguaçu Paulista em evidência, com um comércio atuante, indústrias e Estância Turística.



Categoria: Notícias
Escrito por Altino Correia - Repórter às 17h55
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

MINISTRO DE LULA INAUGURA
OBRAS DO PAC 2 EM PRUDENTE

O Ministro de Relações Institucionais, Alexandre Rocha Santos Padilha esteve em Presidente Prudente como representante do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, onde inaugurou obras de fundos de vales. Ao todo, 12.200 metros de extensão ao longo de vários bairros, beneficiando com isso cerca de 120 mil habitantes da periferia, representando em média 24 mil famílias.

O ato inaugural contou com a presença de ilustres autoridades e convidados. Entre os quais, Ministros e Assessores governamentais, Deputados Federais e Estaduais, Prefeitos, Vereadores e dirigentes de empresas privadas, escolas e repartições públicas. As entidades representativas dos municípios do interior também foram representadas durante a visita do Ministro.

Os recursos aplicados até agora através do Plano de Aceleração do Crescimento – PAC 2 – foram calculados em 60 milhões de reais. Mas o município tem condições de pleitear mais benefícios, pois nessa empreitada que acaba de ser concluída, a Prefeitura teve participação direta. Antecipou a conclusão da obra em 3 meses e economizou nada menos que 2 milhões e 200 mil reais, aplicados em outras obras, o que nos credencia para pleitear novos recursos financeiros.

Cumprimos o prazo e respeitamos o dinheiro público na aplicação de obras de fundamental importância para o município – disse o prefeito Milton Carlos de Mello, Tupã. Depois, ressaltou que as obras de fundos de vales têm sido a marca da atual gestão. As próximas obras, que vão do Jd.Jequitibás até as imediações da Rodovia Raposo Tavares terão 1.500 m de extensão.

O Ministro Alexandre Padilha, em seu pronunciamento afirmou que o prazo para entrega do projeto vai até Março, mas “precisamos de projetos bem feitos e adequados à lógica do PAC, como o que acaba de ser concluído em Presidente Prudente”. A atuação do Prefeito de Presidente Prudente (que é Engenheiro-Civil),foi muito elogiada pelo representante do Presidente Lula.

(Foto:Assessoria de Comunicação)


Em seu pronunciamento, o Ministro Alexandre Padilha – que representou o Presidente Lula – teceu elogios à administração de Pres.Prudente pela conclusão das obras com economia.


Um trecho da obra que envolve fundos de vales, totalizando 12.200 m de extensão por inúmeros bairros, que vão beneficiar cerca de 24 mil famílias.



Categoria: Notícias
Escrito por Altino Correia - Repórter às 17h51
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

DEBATIDA EM AUDIÊNCIA PÚBLICA
A REVISÃO DO CÓDIGO FLORESTAL

A cidade de Assis, reuniu no início deste mês mais de 600 pessoas para acompanhar o debate em torno da revisão do Código Florestal Brasileiro. A região de Presidente Prudente foi representada por várias personalidades. Entre elas, diretores dos Sindicatos Rurais, Promotoria Pública do Meio Ambiente e um Deputado Estadual. Destaque especial para o Presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Estado de São Paulo – FAESP – e Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – SENAR – Dr. Fábio de Salles Meirelles, Engº Agrº Jacob Tosello Júnior e Alcides Ropelli, do Sindicato Rural de Presidente Prudente.

O debate realizado num antigo cinema de Assis, teve a participação de vários deputados federais, entre os quais Aldo Rebelo, Duarte Nogueira e Moacyr Miqueletto. O Deputado Estadual Mauro Bragato representou a Assembléia Legislativa do Estado. Mas também compareceram diversos Prefeitos e representações de inúmeras Ongs, Federação dos Trabalhadores na Agricultura, Ministério Público Estadual representado pelo Promotor Regional do Meio Ambiente, Nelson Roberto Bugalho e OCESP – Organização das Cooperativas do Estado de São Paulo.

No final, depois de inúmeros oradores se pronunciarem houve manifestação da platéia, com a palavra liberada a todos os manifestantes. Embora com tempo limitado, jornalistas, trabalhadores do campo e da cidade e outras categorias profissionais teceram críticas, não só ao Governo Federal e Estadual, mas também aos próprios políticos que participavam da Audiência Pública, convocada por iniciativa da Comissão Especial da Câmara dos Deputados.

Fábio Meirelles ressaltou que o “Brasil é um país continental, com solos e vegetações diferenciados, o que reafirma a necessidade de se realizar um profundo estudo, a partir de parâmetros técnicos e científicos de cada bioma, região, enfim, das particularidades dos mais diversos ecossistemas de nossa extensa fauna e flora, para que se possa implantar um verdadeiro Código Florestal Nacional”.

O Presidente da FAESP acrescentou que sua entidade tem defendido veementemente junto à Presidência da República e demais órgãos governamentais competentes, as seguintes premissas a serem consideradas na revisão do Código Florestal Brasileiro: Desobrigar o pequeno proprietário rural, com área de até 04 módulos fiscais, de constituir Reserva Legal; Garantir a continuidade das atividades agropecuárias em Áreas de Preservação Permanente consolidadas (várzeas, encostas e topos de morros),com utilização de técnicas agrícolas conservacionistas.

A FAESP reitera a necessidade de se manter amplo e permanente debate acerca do tema com a participação de toda a sociedade. E apresenta as seguintes propostas: O tratamento legislativo dispensado e os instrumentos utilizados para a região amazônica devem ser, obviamente, distintos daqueles voltados às áreas agrícolas da região Sul e Sudeste, onde a agricultura vem sendo desenvolvida há séculos; Permitir o cômputo das Áreas de Preservação Permanente às áreas de Reserva Legal, bem como, permitir a compensação da Reserva Legal fora da Bacia Hidrográfica e do próprio Estado.

Diz mais: Determinar ao Poder Público a obrigação de recuperar as áreas de propriedades privadas onde seja necessária a restauração do ecossistema originário, desde que respaldada pela indicação de estudos técnico-científicos; Priorizar investimentos em ações educativas e de conservação do solo, da água e vegetação, estimulando o uso de novas técnicas agropecuárias e ferramentas modernas de gestão dos recursos naturais.

E por fim: Prever o pagamento por serviços ambientais prestados pelas propriedades rurais que trazem benefício para toda a sociedade mediante a redução da emissão de gases causadores do efeito estufa, seqüestro de carbono, preservação da vegetação nativa, proteção de nascentes, produção de recursos hídricos e ainda: Garantir a observância do direito adquirido para que leis mais restritivas não venham a punir os produtores por atos praticados antes de sua vigência. Para aqueles que estiverem em desacordo com a legislação ambiental, garantir prazo de ajustamento compatível com a infração, antes de aplicar qualquer penalidade ao infrator.


O local onde foram realizados os debates em torno do Código Florestal Brasileiro, em Assis/SP reuniu mais de 600 participantes.


Fábio de Salles Meirelles – Presidente do Sistema FAESP/SENAR-AR/SP – fez brilhante pronunciamento em nome da classe agropecuária.


O Sindicato Rural de Presidente Prudente se fez representar pelos seus Diretores, Jacob Toselo Jr. e Alcides Ropelli.


Os representantes do Sindicato Rural de Presidente Prudente, ao lado do Presidente da FAESP/SENAR, Fábio Meirelles.


E aqui, um registro especial: Tirso Meirelles, Diretor da FAESP/SENAR-entre os Diretores do Sindicato Rural de Presidente Prudente.



Categoria: Informes
Escrito por Altino Correia - Repórter às 17h47
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

CÂMARA MUNICIPAL DE PRUDENTE
REABRE SEUS TRABALHOS EM FEVº

A Câmara Municipal de Presidente Prudente reabriu seus trabalhos da 15ª. Legislatura, sob a Presidência do Vereador Izaque José da Silva, na noite de 01 de Fevereiro. A única alteração havida no quadro dos diretores da casa, foi o afastamento do vereador Reginaldo Nunes, como líder do Prefeito Milton Carlos da Silva, Tupã.

No lugar do vereador que se desliga da liderança municipal, foi indicado e eleito o vereador Nico Rena, que já assumiu seu posto e está em franca atividade. Na Semana do Carnaval, a sessão ordinária de 2ª. feira – 15 de Fevereiro – foi transferida para o período posterior, isto é, no dia 17, com a presença da maioria dos vereadores.


A 15ª. Legislatura da Câmara Municipal de Presidente Prudente, reinicia suas atividades em 2010 no primeiro dia útil do mês de Fevereiro.


Os trabalhos legislativos continuam sendo presididos pelo Vereador Izaque José da Silva.



Categoria: Informes
Escrito por Altino Correia - Repórter às 17h42
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

A FERROVIA CAIU NO ESQUECIMENTO?

O problema da concessão das ferrovias parece que caiu no esquecimento do Governo, das autoridades, dos políticos e até das ONGS que sempre se bateram pela volta do Trem. E até mesmo os trens-fantasmas – que muitos diziam existir – acabaram por desaparecer de forma definitiva.

Paraguaçu Paulista, na Alta Sorocabana provavelmente seja a única cidade que pode contar com um Trem de Turismo, uma iniciativa do arrojado ex-prefeito Carlos Arruda Garms, falecido neste mês. Em Presidente Prudente a única composição ferroviária que é vista vez por outra, é a que transporta combustíveis em vagões-tanques. Nada mais!

E como fica a concessão dada pelo Ministério dos Transportes à América Latina Logística- ALL – que nem estações ferroviárias dispõe na região? A antiga Estação de Presidente Prudente foi cedida à Prefeitura em forma de comodato para o funcionamento do PROCOM. Outras, estações permanecem totalmente fechadas ou em estado de abandono.

Mas o pior mesmo é o efeito da erosão, que avança por toda a parte. E os trilhos da antiga EFS, FEPASA ou ALL não foram poupados. Estão em condições precárias e mesmo que queiram utilizá-los se vêem impedidos. Por que? Devido à erosão. Vejam nas fotos enviadas de Presidente Venceslau pelo Toninho Moré.


A Estação Ferroviária de Pres.Prudente, cedida pela ALL em comodato para o funcionamento do Procon.


O Trem de Turismo, de Paraguaçu Paulista, iniciativa do recém-falecido prefeito Carlos Arruda Garms.


O aspecto da ferrovia tomada pela erosão entre Piquerobi e Presidente Venceslau. (Fotos cedidas p/ Toninho More).


Aqui, um outro ângulo evidenciando que a erosão está provocando a destruição do leito da antiga ferrovia.



Categoria: Informes
Escrito por Altino Correia - Repórter às 17h35
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

DELEGACIA DO IDOSO
TEVE UM BOM COMEÇO

Desde os últimos dias do mês de Dezembro, a cidade de Presidente Prudente foi contemplada com uma Delegacia do Idoso, que efetivamente está funcionando desde o dia 02 de Janeiro, sob a coordenação geral do Delegado Arnaldo Vicente Gonino. No balanço realizado no dia 31 de Janeiro, surgiram os primeiros resultados positivos: 16 ocorrências relacionadas à maus-tratos, abandono e ameaças.

A Delegacia que funciona à Rua Tenente Nicolau Maffei, esquina com a Rua XV de Novembro conta com o Delegado titular – de 1ª.classe – dois escrivães, um investigador, um assistente e um auxiliar de papiloscopista. O atendimento é dirigido especialmente às pessoas com idade acima de 60 anos, que tenham sido vítimas contra a pessoa e os alincados ao Estatuto do Idoso. O expediente é das 08h00 às 18h00, de 2ª.a 6ª.feira.

O Delegado Gonino (brasileiro, casado, natural de Tupã/SP) nasceu aos 24 de Setembro de 1952. Tem formação acadêmica desde 1975 (tendo cursado a Faculdade de Direito da Alta Paulista, com sede em Tupã), sagrando-se Bacharel em Direito. Posteriormente fez o Curso de Formação Técnico Profissional de Delegado de Polícia. Passou pela Academia de Polícia Dr. Coriolano Nogueira Cobra-Polícia Civil de SP, sendo também Professor da mesma Academia de Policia c/Curso Superior.

Na sua militância como Delegado de Polícia passou por inúmeras Delegacias, todas na área regional de Presidente Prudente. Dentre as cidades que serviu, estão: Piquerobi, Mirante do Paranapanema, Marabá Paulista, Teodoro Sampaio, Caiuá, Presidente Venceslau, Prsidente Epitácio e Presidente Prudente. Atuou no 2º Distrito Policial, Cadeia Pública, 1ª. Assistência da antiga Regional de Polícia, DIG, Delegacia Seccional, DISE e por fim, a Delegacia do Idoso.

Além de ser considerado excelente Delegado e zelosa autoridade, o Dr. Arnaldo Gonino tem atuação marcante em vários seguimentos da sociedade local e regional. Foi o 1º Secretário do “Esquadrão da Vida”, Associação Prudentina p/Prevenção dos Vícios e Recuperação de Vidas (entidade sem fins lucrativos que trabalha na prevenção dos vícios e recuperação de dependentes químicos).

Outro importante setor de atuação do Dr. Gonino se deu na Adhonep – Associação de Homens de Negócios e 2º Secretário do Capítulo de Pres. Prudente/SP nº 213, Representante de Campo, Coordenador e Instrutor de Seminário Avançado de Treinamento e Liderança.


Neste local da Rua Tenente Nicolau Maffei – esquina com a Rua XV 15 de Novembro, funciona desde o final de 2009, a Delegacia do Idoso.


O Dr. Arnaldo Vicente Erani Gonino, é uma figura das mais atuantes na região de Presidente Prudente, de 1976 quando ingressou na Policia Civil.



Categoria: Informes
Escrito por Altino Correia - Repórter às 17h32
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

NOVA AUDIÊNCIA PÚBLICA
PÕE EM DEBATE O PEDÁGIO

A OAB, Fiesp-Ciesp e as principais organizações governamentais – ONGS – e parte representativa dos Sindicatos e classes produtoras da região de Presidente Prudente voltaram a discutir a questão dos preços abusivos que vem sendo cobrados pela concessionária CART com aprovação da ARTESP nas Praças de Pedágio. Entre elas, Caiuá, Presidente Bernardes, Regente Feijó e Rancharia na malha viária regional da SP-270, o que onera significativamente toda a comunidade.

Em principio, admitiu-se a hipótese de que algo errado está acontecendo na localização dessas Praças, o que poderia ser corrigido mediante acordo em que o valor atribuído ao Pedágio seja reduzido em 50 por cento. Com isso, o bolso do contribuinte seria poupado, considerando a distância entre uma e outra Praça de Pedágio.

A OAB-SP - subsecção de Presidente Prudente - representada pelo seu Presidente, Marinaldo Muzzi Villela, prometeu encabeçar o movimento, na tentativa de uma ação conciliatória, com o apoio de várias entidades. Ana Claudio Berno, que representa a ONG “Nós Podemos”, manifestou a intenção de pleitear uma audiência com o Secretário dos Transportes, Mauro D’Arce e com o Governador José Serra.

O porta-voz da Federação e Centro das Indústrias do Estado de São Paulo –Ciesp- Regional de Presidente Prudente, Fermando Rodrigues Carballal diz que foram poucos os investimentos por parte da concessionária, o que não lhe dá condições e o direito de explorar o pedágio como vem ocorrendo. O Jurista Zelmo Denari também se manifestou com sérias críticas ao esquema de cobrança pela concessionária que tem o apoio da Agência de Transportes do Estado de São Paulo, ARTESP.

Diante dessa situação criada com a cobrança abusiva de tarifas de pedágio que vem onerando a população inteira da região, só restou uma saída: Fazer uma manifestação pública marcada para o dia 26 de Fevereiro, a partir das 15h00. Como forma de protesto, o vereador José de Santana, do PDT de Santo Anastácio, sugeriu que todos os pagamentos de tarifas fossem feitos com moedas de R$0,01 e R$0,05.

Enquanto essa proposta era avaliada, a concessionária CART ingressou com uma ação na Justiça da Comarca de Presidente Bernardes. E por incrível que pareça obteve Liminar que proíbe a realização de todo e qualquer ato de protesto na Praça de Pedágio. Com a manifestação proibida, foram os organizadores do movimento cientificados que os transgressores estarão sujeitos à multas diárias de 50 mil reais.


A cobrança de taxas consideradas abusivas pela concessionária do pedágio provocou nova audiência pública para discutir o assunto na sede da OAB-SP/Pres.Prudente.


O movimento obteve apoio da OAB-SP, de diversas ONGS e representações dos Sindicatos e classes produtoras da região.


Uma das praças que mais recebe reclamações é esta, situada em Presidente Bernardes, que interliga a SP-270 aos estados vizinhos do Paraná e Mato Grosso do Sul.



Categoria: Informes
Escrito por Altino Correia - Repórter às 17h28
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

ROTARY-CENTRO DE PRES. PRUDENTE
DESENVOLVE CAMPANHA HUMANITÁRIA

Há mais de quinze anos, o Rotary Clube de Presidente Prudente-Centro que é o mais antigo da região (70 anos em Março/2010),vem realizando uma Campanha Humanitária através do fornecimento de Cadeiras de Rodas, Andadores e Muletas. O atendimento se faz todos os dias, sem exceção para cadeirantes ou pessoas que eventualmente não tenham recursos financeiros para aquisição desses equipamentos.

De acordo com o rotariano Reinaldo J. Brito – que é membro do Clube há três anos – eleito Presidente para a próxima gestão administrativa que começa em Julho, cerca de 200 pessoas receberam Cadeiras de Rodas. Outras 10 estão em disponibilidade para atender os interessados. Da mesma forma, estão em uso cerca de 30 andadores e 20 pares de muletas. Os necessitados podem recorrer ao Rotary-Centro – Setor de Serviços Comunitários – p/ Fone: (18) 3908-1557.

O Atendimento se faz a nível regional.

Desde que a campanha foi instituída, surgiram inúmeros doadores. Mas quanto há falta, o próprio Rotary se encarrega de promover alguns eventos com a única finalidade de angariar recursos que são investidos nesse setor assistencial. Há também oferecimento por parte de algumas pessoas que não mais necessitam utilizar Cadeiras de Rodas, Andadores ou Muletas e as entregam como doação para o uso que se fizer necessário.


Há mais de quinze anos, o Rotary-Centro de Presidente Prudente atende as pessoas necessitadas com Cadeiras de Rodas, Andadores e Muletas.



Categoria: Informes
Escrito por Altino Correia - Repórter às 17h24
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

MEMÓRIAS (ÍCONE)

Novos títulos:
Estamos dando continuidade ao índice de textos inseridos no Ícone
MEMÓRIAS, após a última publicação efetuada neste Blog em Maio
de 2009, com os seguintes títulos de matérias:

30/06/2009
A HORA DO ÂNGELUS
30/07/2009
AS COBRAS DO MEU CAMINHO
30/08/2009
FRUTA MADURA Á BEIRA DA ESTRADA
30/09/2009
O ESTRANHO SOM DO GONGO
30/10/2009
SOPA DE PARAFUSOS
30/11/2009
AS “GAFES” DOS POLÍTICOS
30/12/2009
FOTOGRAFIAS E FOTÓGRAFOS
30/01/2010
PRECURSORES DA MÚSICA SERTANEJA
21/02/2010
O FANATISMO CORINTIANO

Novas matérias virão a seguir em nossos cinco Ícones.
A escolha é sua! Todos os assuntos serão atualizados!

Todos os acontecimentos de maior expressão regional são focalizados pelo TWITTER. Para se atualizar, basta clicar: www.twitter.com/altinocorreia



Categoria: Informes
Escrito por Altino Correia - Repórter às 17h22
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

Unoeste recebe selo de
“IES Socialmente Responsável”

A Unoeste recebeu outra boa notícia, que reafirma o reconhecimento pelas inúmeras atividades extensivas desenvolvidas anualmente. A Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES) concedeu o título de “IES Socialmente Responsável” a esta Universidade. Trata-se de mais uma importante conquista que se soma a outras, como o Prêmio “Mário Covas” (Fundap), Prêmio “Trote da Cidadania” (Fundação Educar) Prêmio “Cidadania Sem Fronteiras” (Instituto da Cidadania Brasil e pelo Ministério da Ciência e Tecnologia), Prêmio “Incentivo Funcional” (Croeste), entre outros.

De acordo com a ABMES o selo atesta que a Unoeste é “uma IES comprometida com a educação e com a sociedade, por sua constante e expressiva participação no Dia Nacional da Responsabilidade Social”.

Somente em 2009 foram desenvolvidos vários projetos em alusão a data como: A qualidade de vida para a melhor idade no ambiente hospitalar; Acadêmicos acolhedores; Acadêmicos da Alegria; Ambulatório multidisciplinar de diabetes infantil; Ampliando Horizonte: uma ação comunitária; Atendimento Dietoterápico a obesos mórbidos e pessoas que sofrem de transtornos alimentares; Atuação da Fisioterapia aplicada a cardiologia e angiologia na estratégia de saúde da família: nível de atenção à saúde prevenção primária e secundária; Atuação fisioterapêutica na preparação pré-parto; Atuação fisioterápica em atletas profissionais de futebol: prevenção e atendimentos; Biblioteca Viva: Literatura, escrita e recreação; Canteiros Solidários – Ornamentando o bairro; Casamento Comunitário; Cipa Cidadã: Campanha Solidária; Classe Hospitalar; Cultivando as Artes – Teatro infantil; Dançando no Escuro; Doces Lembranças; Educação nutricional nas escolas do Ensino Fundamental de Presidente Prudente; Farmácia Comunitária; Idoso: uma atenção muito especial; Interação; Música o Lenitivo da Alma; Mutirão da Catarata; Mutirão do Lixo Eletrônico; Ocorrência de enteroparasitas em crianças de 13 assentamentos administrados pelo ESF; Proaja: Programa de Alfabetização de Jovens e Adultos; Programa Unoeste Inclusiva: ações formativas e construtivas nos ambientes prisionais do Oeste Paulista; Reflorestando para a vida; Sociologia “in loco”: atendimento aos idosos e às crianças em asilos e creches e Voltando à Infância.

Essas atividades envolveram 169 professores, 729 alunos, 620 técnicos e beneficiaram 34.266 pessoas da comunidade. Para a pró-reitora de Extensão e Ação Comunitária da Unoeste, Dra. Zizi Trevizan, “este reconhecimento vem comprovar que a Universidade, de fato cumpre seu papel social, na procura da melhoria da qualidade de vida da sociedade na qual está inserida”.


Professora Pró-Reitora Dra Zizi Trevizan (quando recebia o Dr Içami Tiba) e o selo atribuído á Universidade do Oeste Paulista - Unoeste



Categoria: Informes
Escrito por Altino Correia - Repórter às 17h16
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

TERMINAL RODOVIÁRIO:
INTENSA MOVIMENTAÇÃO

Durante o período carnavalesco, o Terminal Rodoviário “José Lemes Soares” de Presidente Prudente registrou intensa movimentação de passageiros. Pelas informações recebidas, mais de 8 mil pessoas participaram desse movimento entre o final de semana e 3ª.feira de Carnaval. As empresas que operam no transporte coletivo mobilizaram centenas de ônibus extras para dar atendimento à demanda de passageiros. Muitas delas utilizaram ônibus especiais ou através de parceria com outras empresas especializadas do ramo de transporte e turismo.

Embora as chuvas tenham atingido extensa área do país, o fluxo de veículos transcorreu normalmente, sem que houvesse qualquer dificuldade para a chegada ou saída dos ônibus estaduais e inter-estaduais, sem qualquer registro de acidentes.


No Terminal Rodoviário de Presidente Prudente passaram cerca de 8 mil passageiros, embarcados ou desembarcados.



Categoria: Informes
Escrito por Altino Correia - Repórter às 17h11
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

CAVALOS E CAVALEIROS

 

Apesar do rápido avanço tecnológico, o cavalo continua sendo utilizado no campo e na cidade como o mais fácil e eficiente meio de locomoção requisitado em algumas localidades para o transporte de mercadorias e outras atividades relacionadas ao meio rural. Quem viveu a era do pioneirismo na abertura dos sertões, sabe muito bem o que isso significa, valorizando ao mesmo tempo o que ainda representa a tradição brasileira.

Todas as cidades da região de Presidente Prudente e outras áreas do interior brasileiro, tiveram no passado - desde sua orígem até os dias atuais - a melhor resposta quando se tornou necessária alguma ação emergencial. E o cavalo, de qualquer raça sempre foi mobilizado, e respondeu à essas exigências fundamentais, no momento mais esperado.

Para não falar do apoio tão importante que o cavalo ofereceu para o desenvolvimento da agricultura, da pecuária, no cultivo da terra, no transporte e na colheita, nas montarias pelo campo, nas cavalgadas e competições esportivas, nos passeios e inúmeras provas eqüestres. E até mesmo no transporte de tração animal, do campo para a cidade e vice-versa.

No dias passados, onde o jipe, a camioneta ou o automóvel não chegavam, o cavalo estava lá e ninguém ficava a pé. Por isso, decidimos dedicar este ícone aos criadores de animais que ainda reconhecem o valor e a importância do cavalo em suas vidas. Sejam eles, civis ou militares.


As cavalgadas promovidas como resgate histórico chamam a atenção de todos. Em Presidente Venceslau, Prudente e outras cidades.


O Berrante é o símbolo das comitivas de boiadeiros que avançavam pelos sertões, conduzindo o gado para outras regiões.


A Policia Militar também adotou o cavalo em suas unidades de segurança para a manutenção da ordem pública, incluindo Pres. Prudente.


No Distrito Industrial de Presidente Prudente, encontramos essa tropa, que habitualmente caminha pelas ruas asfaltadas.


No último desfile comemorativo ao Aniversário do município (92 anos), o cavalo “deu um show inédito”, com muitos cavaleiros participando.


Mas esse cavaleiro que encontramos inesperadamente no Parque do Povo, também deu um show de fazer inveja, aos que o presenciaram por alguns minutos.


Ele ultrapassou o Parque do Povo – no sentido bairro-cidade - e ganhou terreno nas ruas asfaltadas, caminhando sempre pelas calçadas.


Quando menos se esperava, ele já havia percorrido um bom trajeto e acabou entrando na contra-mão. E quase foi atropelado!


O mais interessante da história: o cavaleiro em nenhum momento foi reconhecido. Que título daríamos a ele? Cavaleiro Misterioso?

 



Categoria: Fotos
Escrito por Altino Correia - Repórter às 17h07
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

O FANATISMO CORINTIANO

É impressionante o fanatismo dos corintianos desde longa data. Eu ainda era garoto e já via e ouvia as manifestações corintianas, desde os pequenos clubes como o Corintinha de Venceslau, de Bilac, de Presidente Prudente e o glorioso Esporte Clube Corinthians Paulista, o campeão dos campeões. É o “Timão” de sempre que neste ano de 2010 estará completando seu Centenário no dia 01 de Setembro.

Embora não sendo torcedor fanático de nenhum clube (em especial o Corinthians), eu admiro muito a garra da torcida corintiana. Não só nos estádios de futebol – particularmente no Prudentão em Presidente Prudente – ou em qualquer cidade brasileira, tanto nas ruas como nas Praças de esportes. Mesmo que as pelejas não sejam de cunho exclusivo do Parque São Jorge.

Em Presidente Venceslau durante um certo período, fui um dos correspondentes da Edição de Esportes do Estadão - que era mais conhecida por “Estadinho” devido ao formato tablóide, com circulação em todas as 2as. feiras - e simultaneamente, atuava como Correspondente da Agência Folhas que recebia todo meu noticiário e o distribuía para A Gazeta, Gazeta Esportiva, Última Hora, Folha de São Paulo, Folha da Tarde, Notícias Populares, TV e Rádio Gazeta de São Paulo.

Posteriormente na condição de Comunicador das Rádios Globo-Excélsior – atualmente CBN – tive a oportunidade de acompanhar e produzir inúmeras matérias sobre o Corinthians, principalmente por ocasião de suas vitórias na região. Que eram poucas, mas extraordinárias sob o aspecto da torcida e esportividade.

Por incrível que pareça (e isso é válido até hoje), bastava o E.C.Corinthians ganhar uma partida de futebol, para os jornais criarem maior espaço, ampliando suas tiragens, alcançando conseqüentemente maiores vendas. Ao mesmo tempo que nas bancas se esgotavam todos os exemplares disponibilizados para a venda avulsa.

Fico a pensar: essa aquisição avulsa pelos leitores, seria uma forma de ter em mãos os jornais como lembranças e memorização das conquistas corintianas? Ou seria com outros propósitos que ninguém está proibido de ter, isto é: colecionar vitórias corintianas (documentadas), como simples capricho?

Durante muitos anos em que morei em Presidente Venceslau, sempre acompanhei a vibração dos corintianos mais fanáticos. E acreditem: pude até testemunhar um fato inédito! Havia na cidade vizinha de Presidente Epitácio, uma senhora que liderava toda a torcida. Xingava e brigava pelo seu clube predileto, o Corinthians, em qualquer lugar. O marido (calado e muito compenetrado), estava sempre ao lado da mulher. Temendo naturalmente algum excesso por parte dela, ou uma eventual reação inesperada e contrária, para se colocar em sua defesa, já que se tratava de uma “líder da torcida corintiana”.

Mas nem sempre havia tranqüilidade ou segurança! E não é que um dia ela se irritou com a atitude de um Juiz de futebol que apitava o jogo no Parque São Jorge e partiu contra ele disposta para a briga? Como surgiu um jogador pronto para defender o Juiz, a coisa complicou. Ela não perdeu tempo: arrancou um balaústre que cercava o campo de futebol – que existe até hoje - e marchou contra o Árbitro.

Ao levantar o balaústre para dar uma cacetada no Juiz que ela taxava de desonesto - ou no jogador que o defendia - o marido percebeu o perigo iminente e partiu como se fosse um “Galo de briga”, decidido a intervir e entrar no meio da pancadaria para evitar maiores conseqüências, agravadas pela mulher encrenqueira.

Resultado: o maridão com pinta de herói, recebeu o balaústre bem no meio da testa e saiu do estádio carregado pela turma do “Deixa-disso”. Mas com a mulher ao seu lado, já arrependida e tentando consolá-lo a todo custo. Na verdade o alvo era outro...

Aqui em Presidente Prudente todos conheceram D.Amélia Barreto. Era uma mulher destemida e disposta a tudo e a todos. Era a Corintiana Número 1 que tanto lutou pelo Corintinha que chegou a ser eleita Presidente do Clube e Vereadora muito bem votada, representando a família corintiana.

Dona Amélia foi uma liderança autêntica que deixou o mundo dos vivos, mas que lá do alto certamente deve estar ao lado de São Jorge Guerreiro, torcendo sempre pelo Corinthians. Isto para não falar de outra figura também inesquecível: Rubens Andrade, o famoso Rubinho, o Corintiano Número 1 do Brasil, e um ex-piloto da Força Expedicionária Brasileira (FEB), com atuação na Segunda Guerra Mundial.

Rubinho era um corintiano tão fervoroso que mandou confeccionar e mantinha a logomarca do clube, num luminoso instalado na fachada de sua residência, nos talões de cheques, nos móveis da casa e até na cueca. O carro que dirigia tinha placas da cidade de Corinto/MG e onde Rubinho chegava era uma grande festa, ao ser reconhecido e anunciado pela música que se tornou célebre e das mais conhecidas: Salve o Corinthians, Campeão do Centenário. Foi um acontecimento marcante que até hoje é lembrado por muita gente, como verdadeira festa corintiana.

Mas o fanatismo corintiano não fica somente nessas revelações. Tempos atrás, um companheiro que trabalhava na entrega dos jornais em Presidente Prudente, tomou a iniciativa de fretar uma Kombi e seguir até Marilia acompanhado do primo Luiz Saint Clair (que é fotógrafo até hoje). O propósito não era outro: assistir a uma competição de futebol entre o Mac e o Corinthians Paulista. Ambos são e sempre foram corintianos roxos, em qualquer situação.

A viagem foi planejada com muitos dias de antecedência e os dois não viam a hora de rumar para Marilia a fim de torcer pelo timão, que estaria enfrentando o MAC pra valer. Conforme o previsto chegaram ao estádio com bastante antecedência. Lá , em plena arquibancada escolheram o melhor local para se instalar e ficaram à espera do início da partida.

As arquibancadas nessa altura já estavam superlotadas e eles até se esqueceram de que estavam em campo alheio, vibrando com as jogadas corintianas. Até que depois de muita expectativa,saiu o tão esperado primeiro gol do Corinthians. Foi uma apoteose: Saint Clair (sem máquina fotográfica) se levantou, bateu palmas, gritou e vibrou com a movimentação do placard. Porém, a reação da torcida contrária foi imediata: à medida que o corintiano se levantou para festejar o primeiro gol, recebeu um tremendo empurrão seguido de um pontapé no traseiro, sendo arremessado a muitos metros de distância. Foi arremessado diretamente para o gramado do Estádio do MAC.

Até hoje, ninguém ficou sabendo como aquele pobre corintiano conseguiu voar do alto das arquibancadas até alcançar o outro lado da cerca que separava a torcida dos jogadores em campo. Por se tratar de um amigo e ex-companheiro de trabalho e em forma de solidariedade, tomei a iniciativa de produzir uma matéria especial para “Notícias Populares”, do qual por alguns anos, correspondente.

Foi esse mesmo jornal (NP) que estampou foto e reportagem de 1a. página, sob o título: Corintiano é massacrado em Marília! O que ninguém conseguiu imaginar até hoje, é que ele (Luizinho), precisou ser removido em ambulância até Presidente Prudente, onde recebeu atendimento numa Clinica especializada. Aqui, ele foi engessado do pescoço aos pés em virtude de ter fraturado o cox, um ossinho localizado na extremidade da coluna, que o obrigou a permanecer sob cuidados médicos por mais de 90 dias.



Categoria: Memórias de um Repórter
Escrito por Altino Correia - Repórter às 09h45
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 
Meu perfil
Altino Correia, jornalista. Mais de 50 anos de atividades profissionais em Rádio, Jornal e TV. Ex-correspondente do Estadão, Folha, JB e O Globo (freelancer).


Menu
  Todas as Categorias
  Memórias de um Repórter
  Notícias
  Informes
  Fotos
Histórico
    Manutenção do Blog
    por André Fogaroli

    contato:
    cel: (18) 9712-4284
    email: andre.tec.informatica@uol.com.br
    Votação
      Dê uma nota para meu blog