MEMÓRIAS DE UM REPÓRTER (DO INTERIOR)


 
 

CONHECENDO A AMAZÔNIA

Conhecer a Amazônia é privilégio de poucos brasileiros. Quem mora no Sul, Leste, Oeste ou mesmo no Norte ou Nordeste, falar da Amazônia é assunto importante e uma prática que empolga o mundo inteiro. A Biodiversidade – embora agredida freqüentemente por gente de má formação – é um dos grandes atrativos e uma reserva para as atuais e futuras gerações deste Planeta. Assim pensa a maioria dos brasileiros; entre eles, Jairo Ribeiro Borges, que reside em Presidente Prudente há vários anos.

Considerando que tem um membro da família que é tecnólogo ambiental e atua no Projeto “Mamirauá” em Tefé, Amazônia, Jairo Borges, juntamente com seus irmãos Mário, João Batista, Antonio Pedro e Paulo decidiram viajar para conhecer de perto a Amazônia. E o fizeram de forma muito produtiva, sendo acompanhados durante boa parte do tempo pelo sobrinho tecnólogo João Paulo. Toda a viagem foi documentada com fotos digitais, cedidas especialmente para este Blog.

De acordo com o relato de Jairo, muita coisa chamou sua atenção. Em primeiro lugar, a disposição e dedicação de crianças e adolescentes que viajam por quilômetros de distancia, em frágeis embarcações para poder estudar nos centros populosos mais próximos. Eles enfrentam sérios problemas, mas o sacrifício se torna compensado pelos ensinamentos recebidos. Tem também as casas ou Hotéis flutuantes. Outro aspecto que chama a atenção é a disponibilidade dos trabalhadores – de origem indígena – que desprovidos de condições mais favoráveis, levam seus produtos (pesadíssimos) sobre a cabeça até chegar à Feira-livre para comerciá-los.

A fauna ictiológica e a flora também impressionaram todos os integrantes dessa caravana liderada por Jairo Ribeiro Borges. A começar pela variedade de peixes de couro ou escama, pescados ao longo de todos os rios amazônicos. Um deles é o “Boca de noiva” – e o mais curioso de todos – é o Peixe-agulha. Tudo nos é mostrado em fotos digitais nesta matéria especial. É importante ressaltar que eles estiveram no Lago de Tefé, Prelazia comandada pelo Bispo originário de Regente Feijó, Diocese de Pres. Prudente, Dom César Castriani. E por fim, a beleza e a tradição secular do Theatro Amazonas, em Manaus, construído no ciclo econômico da borracha, fundado em 1896 e mostrado aqui, com amplos detalhes. V E J A :


O grupo liderado por Jairo Ribeiro Borges e seus irmãos se juntou ao sobrinho João Paulo – que é tecnólogo – e conhece bem a região Amazônica. Ponto de chegada: Tefé.


Daqui, eles seguiram pela única via disponibilizada para acesso e locomoção, os rios amazônicos. As embarcações fluviais levam horas e horas e até dias e noites para chegar ao local desejado.


O sorriso do Jairo diz tudo. Ele conseguiu pescar o primeiro peixe “e que peixe!”. É de fazer inveja. Mas também existem variedades exóticas, como é o caso do peixe-agulha , que até agora ninguém conhecia. Pelo menos é o que se comenta na região de Presidente Prudente/SP.

.


As embarcações são frágeis e estranhas, mas sem esse meio as escolas não teriam alunos para estudar. Essas crianças enfrentam dificuldades, mas superam os obstáculos, a exemplo desse feirante que usa a cabeça para sobreviver.


O que poucos conheciam: nos rios da Amazônia é muito comum conviver com a natureza em casas ou hotéis flutuantes, como é demonstrado nesta foto. Há também os que vivem com a renda obtida no transporte fluvial de cargas e passageiros por botes.


Nenhum empreendimento é tão grandioso e mais importante que o famoso Theatro Amazonas, em Manaus.


Com toda sua imponência e beleza arquitetônica, o Theatro é admirado por todos que têm a oportunidade de visitá-lo.


É um verdadeiro encanto para quem tem bom-gosto; e até mesmo os visitantes estrangeiros fazem questão de conhecê-lo de perto.


A caravana de Presidente Prudente foi mais além: percorreu o famoso Theatro por dentro, a fim de conhecê-lo em seus mínimos detalhes.


Veja mais: em todos os ângulos, o Theatro Amazonas oferece atrativos, a começar pelo ano em que foi implantado em plena selva amazônica.


E aqui, outros aspectos impressionantes, mostrando a imponência e as linhas arquitetônicas de empreendimento arrojado e de uma época que não volta mais.

Todos os acontecimentos de maior expressão regional são focalizados pelo TWITTER. Para se atualizar, basta clicar: www.twitter.com/altinocorreia

 

     LEIA A SEGUIR:

PREPARATIVOS PARA O CARNAVAL 2011 EM PRESIDENTE PRUDENTE. HAVERÁ DESFILE CARNAVALESCO COM TRÊS ESCOLAS DE SAMBA DA CIDADE E REPRESENTAÇÕES VISITANTES. VALE A PENA PRESTIGIAR, POIS O CARNAVAL PRECISA DE APOIO E PARTICIPAÇÃO DA POPULAÇÃO. Ícones: NOTÍCIAS E INFORMES.

VEJA TAMBÉM: MATÉRIAS ATUALIZADAS NO ÍCONE  N O T Í C I A S .  TODOS OS MESES (5 ÍCONES) - DESDE JANEIRO DE 2007.      

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Categoria: Fotos
Escrito por Altino Correia - Repórter às 09h30
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

ESTÁ CHEGANDO MAIS UM CARNAVAL

Festa tradicional e tipicamente brasileira, o Carnaval sempre foi um período de alegria para os brasileiros. Para os trabalhadores em geral, a oportunidade de pular, brincar e se divertir durante três ou quatro dias. Pena que os Clubes não tenham recursos para manter o Carnaval como atrativo para o lazer e recreação de seus associados. Com isso, a alternativa é ir para a rua, isto é, se a Prefeitura estiver bancando a festa dedicada ao Rei Momo, 1º e Único.

Nos velhos tempos, quando iniciativa minha atividade profissional no Rádio, fui locutor e animador de auditório – dentre outras atividades radiofônicas e jornalísticas – e por incrível que pareça fui lançado oficialmente animador do Carnaval Popular em Presidente Venceslau. Era o começo da década 50 e apesar das dificuldades da época, a Prefeitura Municipal é que bancava a festa, empenhando recursos financeiros previamente aprovados pela Câmara Municipal com a finalidade de patrocinar o “Carnaval do Povão”.

O Venceslau Clube e o Clube Recreativo desse período que já tem aproximadamente 60 anos, promoviam um Carnaval de fazer inveja às grandes cidades brasileiras. E cooperavam também com o Carnaval Popular, com seus grupos carnavalescos que se deslocavam para a rua, a fim de prestigiar a festa popular na Praça Nicolino Rondó. Conseqüentemente, os carnavalescos de maior expressão também retribuíam a visita aos dois Clubes, até a última noitada. E não faltava animação, sob o comando da Rainha e do Rei Momo. A primeira foi a morena Ordelina Maria da Conceição e o Rei, Chico Preto!

O Carnaval Popular de Presidente Venceslau continuou por todos os anos. Existe verba consignada no orçamento e com isso, não faltam recursos para a contratação da Banda ou do Conjunto Musical que anima o tríduo carnavalesco, em praça pública. Só não fiquei sabendo se ainda existe o Concurso de Fantasias para premiar os melhores foliões. No meu tempo, esse concurso ganhava repercussão muitos dias antes do Carnaval. E quando chegava o momento decisivo era uma verdadeira consagração. Todo mundo estava lá, para ver e também participar da grande festa popular.

De todas as cidades da região que se empolgaram com o Carnaval, apenas Presidente Prudente e Presidente Epitácio mantiveram suas características, com o Desfile das Escolas de Samba, com seus carros alegóricos, fantasias maravilhosas e muita criatividade. Isso em termos de alta sorocabana e cidade-ribeirinha, respectivamente; porque há outras promoções de menor expressão regional durante o período. Não se esquecendo de Panorama, na nova alta paulista, que promove seus folguedos como atrativos turísticos, voltados ao grande número de visitantes.



Categoria: Memórias de um Repórter
Escrito por Altino Correia - Repórter às 09h08
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 
Meu perfil
Altino Correia, jornalista. Mais de 50 anos de atividades profissionais em Rádio, Jornal e TV. Ex-correspondente do Estadão, Folha, JB e O Globo (freelancer).


Menu
  Todas as Categorias
  Memórias de um Repórter
  Notícias
  Informes
  Fotos
Histórico
    Manutenção do Blog
    por André Fogaroli

    contato:
    cel: (18) 9712-4284
    email: andre.tec.informatica@uol.com.br
    Votação
      Dê uma nota para meu blog