MEMÓRIAS DE UM REPÓRTER (DO INTERIOR)


 
 

PROCON DE PRUDENTE
MUDOU DE ENDEREÇO

Inaugurado na primeira quinzena de Abril, o PROCON de Prudente passou a atender em novas e amplas instalações, especialmente adaptadas no antigo prédio da Estação Ferroviária, o que passa a favorecer toda a comunidade local com melhor atendimento e ações mais rápidas e eficientes. O local de fácil acesso, conta também com Estacionamento numa extensa faixa, evitando situações constrangedoras com multas de trânsito e risco de acidentes, o que beneficia diretamente à população, fortalecendo o respeito com os consumidores da cidade e região.

Com a inauguração da nova sede do Procon, o serviço está sendo oferecido num dos pontos mais antigos de Prudente, preservando ao mesmo tempo a história da cidade. A mudança do novo prédio foi viabilizada pelo prefeito Milton Carlos de Mello ‘Tupã’, que tem direcionado atenção e respeito ao órgão de defesa do consumidor. Na ocasião, ocorreram simultaneamente as inaugurações do Procon e do Sesmt - Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (Sesmt). Sendo que ainda neste semestre também será inaugurada a Casa do Artesão no local.

A Instituição de defesa do direito do consumidor está sob a Coordenação de Ana Paula Atayde Setti, que no ato de inauguração ressaltou a importância do trabalho que vem realizando em beneficio da comunidade, demonstrando ao mesmo tempo o interesse e o comprometimento do Prefeito Milton Carlos de Mello em dar um atendimento mais digno e mais dinâmico aos consumidores na defesa de seus direitos. A cidade precisava de um local fixo e mais amplo para atender melhor a população; e o novo prédio atende todos os requisitos de acessibilidade e conforto. Essa nova estrutura - disse Ana Paula - vai garantir mais qualidade contribuindo ao mesmo tempo para o aprimoramento dos nossos trabalhos, favorecendo principalmente as pessoas mais humildes que buscam orientação e apoio para solucionar suas pendências. Hoje, temos um espaço definitivo que é a concretização de um sonho - concluiu.

A cerimônia de inauguração contou com a presença de diversas autoridades que enalteceram a ação da Prefeitura em oferecer uma sede própria para o Procon. Na solenidade, o promotor Marcos Akira lembrou que a equipe do Procon tem preenchido a falta da promotoria do consumidor no município. “A Prefeitura vem prestando excelente atendimento à população por meio do Procon”, elogiou Akira. O presidente da 29ª Subsecção da Ordem dos Advogados Marinaldo Muzy Villela, ressaltou que a nova estrutura deve atender dignamente a população. Para a presidente da Comissão de Defesa do Consumidor da OAB, a advogada Ivone Abbade dos Santos, o novo prédio deverá contribuir com o aumento na procura pelos atendimentos e também por informações relacionadas ao direito dos consumidores. Nos primeiros nove dias de atividades, foram atendidas aproximadamente 700 pessoas.

As obras de reforma e adaptação da sede do PROCON - na antiga Estação da EFS - tiveram início em Janeiro deste ano e os investimentos foram de aproximadamente 500 mil reais, provenientes de recursos municipais. O horario do expediente público é da 9h00 às 16h00, de 2a. a 6a.feira, na Rua Júlio Tiezzi, 220/acesso ao Viaduto Tanel Abbud e Praça da Bandeira, na área central de Presidente Prudente.


A antiga Estação Ferroviária de Presidente Prudente passou por uma completa reforma, ficando aparelhada para prestar atendimento à população através de um Órgão reconhecidamente confiável: o PROCON.


Autoridades e convidados participaram da cerimônia de entrega oficial da nova sede do Procon, que no decorrer dos primeiros dias atendeu centenas de moradores. Em média, 72 pessoas por dia, segundo a Coordenadora Ana Paula Setti.



Categoria: Informes
Escrito por Altino Correia - Repórter às 14h41
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

JORNALISTA (PM) LANÇA LIVRO

O escritor Odemir Alves – Jornalista e Policial Militar – lançou no mês passado mais um de seus livros. O lançamento da literatura infanto-juvenil "Os Manezinhos" foi realizado no Centro Cultural Matarazzo, em Presidente Prudente, estando presentes inúmeras personalidades,especialmente convidadas. O autor conta que o primeiro contato com a Editora que editou o livro em São Paulo, foi durante o 1° Salão do Livro, realizado aqui mesmo,em outubro do ano passado por iniciativa da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo.

O livro relata a história de Guga (personagem principal) e seus amigos, apelidados de manezinhos, que participam de competição em busca de classificação para o Campeonato Mundial de Esportes Radicais, nos Estados Unidos. O cenário da aventura é a cidade do Rio de Janeiro. Durante a competição, além dos enigmas que desafiam a capacidade de raciocínio, inteligência e coragem dos participantes, também encontram como obstáculos os Dragões da areia, que detonando todas as panteras: grupos de jovens skatistas, patinadores e ciclistas, que competem em busca do mesmo sonho.

"Picos de adrenalina, suspense e romance proporcionam ao leitor a imaginação de estar sobre um skate", assegura o autor. Odemir Alves promoveu em Dezembro de 2009 o lançamento de "A Turma da Vila Marcondes", também uma obra infanto-juvenil, pela Editora Pretexto, de Curitiba/PR. A página da Editora Cuore (Coração) aparece na Internet, onde dentre outras coisas apresenta o lançamento de Odemir, isto é, sua mais recente edição: "Os Manezinhos", com informações referenciais à cidade de Presidente Prudente.


O escritor e jornaista Odemir Alves, que também é integrante dos quadros da gloriosa Policia Militar de SP está lançando seu novo Livro. E espera boa receptividade junto aos seus leitores.



Categoria: Informes
Escrito por Altino Correia - Repórter às 14h38
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

PRESERVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE:
ESCOLA MUNICIPAL CHAMA A ATENÇÃO

Na cidade de Presidente Venceslau, alunos da EMEFEI “Arthuzina de Oliveira D’incao” realizaram apresentações especiais com musicas, poemas, jograis e coreografias abordando a conscientização sobre as mudanças climáticas, o aquecimento global e a preservação do meio ambiente. As crianças se basearam na temática defendida pela Campanha da Fraternidade 2011 - organizada pela CNBB - que é “Fraternidade e vida no planeta”. Além das atividades interdisciplinares feitas em sala de aula com a supervisão dos professores, as crianças tiveram apoio dos membros da Pastoral da Educação, que atuam na unidade de ensino.

As apresentações foram acompanhadas pela Diretora da Escola, Prof. Célia Cristina Magozzo dos Santos; pela Coordenadora Pedagógica, Magali Aparecida Santana; Roseli Bosso e Célia Pacito, respectivamente Supervisora Pedagógica e Orientadora Pedagógica da Secretaria Municipal de Educação e Cultura; e por pais dos alunos.

A escola que é parte integrante da Rede Pública Municipal, tem incentivado ações que preservem a vida no planeta, fazendo com que as novas gerações impeçam o avanço da destruição ambiental. Uma das propostas se concretizou com o plantio de variadas espécies de flores, que formarão proximamente o jardim da unidade escolar. “Além da preocupação ambiental, a escola despertou nas crianças a solidariedade, caridade e amor ao próximo”, comenta a Coordenadora Pedagógica.

Mesmo sendo a Campanha da Fraternidade e a Pastoral ligadas ao cristianismo e, em especial, à Igreja Católica, a diretora Célia Cristina deixou claro que o desenvolvimento do tema de educação ambiental foi trabalhado de forma universal, sem qualquer tipo de orientação que pudesse provocar conflitos com os costumes e as crenças religiosas dos alunos.

(Colaborou: Danilo Bomfim, a quem agradecemos)


Os alunos da Escola "Arthuzina de Oliveira D'Incáo" demonstraram que "Fraternidade é vida", baseada no tema da Campanha desenvolvida este ano pela CNBB.



Categoria: Informes
Escrito por Altino Correia - Repórter às 14h31
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

MAIS DE TRINTA MIL PESSOAS
NA 4a.EDIÇÃO DO NIKKEI FEST

O Centro Municipal de Eventos registrou a passagem de mais de 30 mil pessoas durante a realizaçao do 4º Nikkei Fest, realizado este ano entre 8 e 10 de Abril. A grande festa da cultura japonesa foi um evento organizado pela Associação Cultural, Agrícola e Esportiva (Acae), entidade que reúne a comunidade nipônica que vem trazendo o melhor da cultura e da gastronomia de origem nipônica. De acordo com o balanço da festa, foram consumidas cerca de 10 toneladas de alimentos, entre verduras, legumes, carnes, peixes, frango e arroz, utilizados na elaboração de diversos pratos da culinária japonesa.

Para Pedro Gushiken, Presidente da Acae, o evento alcançou o objetivo maior de resgatar e manter as tradições da arte milenar japonesa, tanto na divulgação da cultura quanto na culinária, além de promover a integração entre as comunidades. “Mais uma vez a festa superou as expectativas de público, o tempo colaborou e recebemos pessoas de tida a região para prestigiar nossa cultura” - comemora Gushiken. Ele destaca que a arrecadação da festa deve fortalecer os trabalhos sociais da Acae, além de contribuir com o SOS JAPÃO, uma campanha de solidariedade instituída em prol das vitimas da catástrofe no Japão. A organização da festa também colaborou com a Fundação Gabriel de Campos.

A quarta edição da Nikkei Fest ofereceu diversos atrativos em três dias de festa, como: a Exposição de orquídeas; Apresentações musicais de cantores japoneses, Coral e Bom Odori da Acae. E mais: Concurso Garota e Garotinha Nikkei Fest; entre outras apresentações culturais de Taikô, Workshops de Bonsai e Origami. O evento também contou com a participação da Orquestra Municipal de Viola e do Projeto Guri.desenvolvidos no Centro Cultural Matarazzo. A abertura do evento contou com a presença do prefeito Milton Carlos de Mello ‘Tupã’ e do vice-prefeito Marcos Vinha, que destacaram a importância da festa que contribui com o desenvolvimento sócio-econômico do município, ao receber pessoas de toda região para prestigiar sua realização.

(Foto: Marcos Sanches, da Secretaria Municipal de Eventos)


A 4ª edição do Nikkei Fest recebe este ano mais de 30 mil visitantes no Centro Municipal de Eventos de Presidente Prudente.



Categoria: Informes
Escrito por Altino Correia - Repórter às 14h25
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

NO TENIS CLUBE, A 1a.EXPOSIÇÃO
DE ARTES DE SILVANA TIEZZI PONTES

Os apreciadores da boa arte tiveram a oportunidade de ver e sentir o talento de uma nova personalidade dedicada às pintura e que acaba de promover sua 1a.Mostra com mais de 20 telas em exposição. Todas as personalidades que compareceram, demonstraram total aprovação do que foi exibido e visualizado durante a realização do evento. A própria autora (estreante) se identifica: "Tenho 50 anos; nasci em Presidente Prudente, tenho uma longa carreira acadêmica com algumas pós-graduações na área da saúde e por fim, um Mestrado em Educação. Sou casada com o Cardiologista Luiz Carlos Pontes, de quem tenho total e irrestrito apoio. Temos um filho, que também cursa Medicina".

Silvana Tiezzi Pontes declara: Há uns 7 anos me aposentei por problemas de saúde e precisava de uma Terapia. Sempre gostei e tive bastante jeito para artes. A começar pelo Piano com iniciação aos 5 anos, terminando no Conservatório Jupyra Cunha Marcondes, aos 17. Aí entraram as atividades artesanais, desde pintura em tecidos, bordados em talagarça, crochet, tricot, artesanato em madeira, enfeites de Natal, decoupagem e por fim me encontrei nas telas com o professor Josué, na Arte Gessso São Francisco, onde faço aulas.

A artista plástica acaba de expor suas telas numa Exposição pública no Tenis Clube de Presidente Prudente.E afirma já ter participado de vários Worshopps com o artista plástico Marcos Theodoro, utilizando várias técnicas que com ele aprendeu: Óleo sobre tela, Acrílico sobre tela, Spray, Espatulados e texturas, o que acaba misturando numa só tela por vezes.Meus motivos - diz Silvana - são na maioria abstratos e florais.Coisas que vejo por lugares onde viajo, desde o tempo que morei na Itália, onde tive contato com muita arte, principalmente em Firenze.

Nossa entrevista ela cita como exemplo: Trouxe na memória cachos de uvas que são vistos na Sicília e na Toscana. De lá ainda vieram de Arezzo, região dos meus antepassados paisagens maravilhosas, trazidas na memória e que ainda estou elaborando nas telas.As helicônias vieram conosco da Chapada dos Guimarães, assim como outras que fotografo ou trago, memorizo e reproduzo. Gosto de telas grandes - em cores fortes e contrastantes como carmin - com o verde que uso muito nos ibiscos que pinto e os conservo em casa, na minha coleção de flores; as quais cultivo e depois reproduzo em telas enormes (de 2.00mx1.00m; de 1.50 x 1.50 e de 1.50 x1.00. Uso ainda arebescos e relevo em dimensional.

N o t a - Essa 1ª.Exposição na sede social do Tenis Clube de Presidente Prudente se deve ao empenho pessoal do Vadinho, que é o Curador das Artes do Tenis e que agendou uma outra Mostra de Arte, a ser realizada no 2º semestre do ano, na Associação Prudentina de Esportes Atléticos - APEA.


Silvana Maria FurlanetoTiezzi Pontes fez sua estréia pintando mais de 50 telas.


Pela primeira vez ela mostra seu talento nesta mostra realizada no Tênis Clube.


O esposo, Dr. Pontes e o filho Luis Carlos (estudante de Medicina) são seus maiores incentivadores.


Há mais de cinco anos, desde que revelou sua vocação ela se dedica a criação e produção de obras de arte.


As artes plásticas representam uma terapia que ela aprendeu com o Prof. Josué (Arte e Gesso).


Em sua bagagem cultural, Silvana conquistou títulos em Enfermagem e Fisioterapia p/Unesp, com Mestrado em Educação.


Em companhia do esposo e do filho, ela também presta serviços na área de Saúde em Alv.Machado.


Atuou como Secretária Municipal de Saúde, mas a pintura foi o que despertou sua atenção.


Incentivada pelos apreciadores das artes plásticas, ela montou sua própria Galeria, em casa.


A artista plástica aplica todas as técnicas: óleo sobre tela, acrílico, espatulado,spray e textura.


Para realizar seus trabalhos, Silvana utiliza temas variados, especialmente florais e abstratos. No Tênis Clube, foi convidada do Vadinho.


Houve bons resultados nesta primeira mostra de arte: vendidas 16 telas e outras aquisições foram feitas posteriormente.


A próxima Exposição já tem local definido: a Associação Prudentina de Esportes Atléticos – APEA – em data a ser definida.



Categoria: Fotos
Escrito por Altino Correia - Repórter às 14h20
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

TROTES, LENDAS E MITOS

O profissional de Rádio, Jornal ou TV está sujeito a se envolver involuntariamente em situações delicadas. São os chamados “trotes” que poucos conseguem evitar, especialmente quando se faz comunicação de forma agilizada e imediata. O telefone (e mais recentemente o Computador) aberto pra o contato com o público pode gerar sérios problemas nos programas de Rádio, deixando uma situação constrangedora não só para o apresentador, mas também para a própria Emissora.

Foi o que aconteceu comigo no passado, quando um ouvinte de Presidente Epitácio que não imaginava as conseqüências de um notícia trágica, telefonou para a Emissora em que eu trabalhava a fim de informar – no ar - o naufrágio no Rio Paraná, de um barco de passageiros com muitas vítimas – dizia ele. Mas tudo não passava de um “trote”, exigindo imediato desmentido devido à repercussão gerada pela falsa notícia.

Em Santo Anastácio em outra época, ao serem descobertos alguns túneis subterrâneos muito se falou sobre antigos conflitos armados que acabaram por envolver figuras conhecidas da cidade. Um dessas figuras – de saudosa memória - foi Toninho Depieri, que sendo descendente dos primeiros colonizadores, fez seu testemunho comprovando ter participado de um desses movimentos revolucionários quando ainda criança. E citou também seu companheiro Bernal para confirmar tudo que aconteceu nos anos 20 e 30 do século passado.

Um desses conflitos verificados em Santo Anastácio, foi travado entre remanescentes da Coluna Prestes, liderada pelo ex-Capitão do Exército e dirigente máximo do Partido Comunista Brasileiro, Luiz Carlos Prestes com tropas federalistas. Como conseqüência disso, houve sete mortos, todos sepultados no Cemitério Municipal de Santo Anastácio. Essa matéria foi reconstituída através de uma Reportagem Especial que realizei através da TV Bandeirantes, com repercussão nacional.

Para comprovar a verdadeira situação em que se envolveram dois grupo litigantes, recorremos à memória de antigos moradores. Com isso, se tornou possível localizar em meio aos entulhos, uma placa de granito registrando esse histórico acontecimento, que provavelmente ainda pode permanecer junto ao Cruzeiro existente naquele campo santo. Foi o Toninho Depieri quem nos lembrou que na noite do conflito armado em Santo Anastácio nasceu uma criança que recebeu o nome de “Revoltosa”, numa alusão ao confronto.

Em Presidente Venceslau, até alguns anos atrás ainda se falava na Revolução de Izidoro Dias Lopes, um dos remanescentes da Coluna Prestes que lutou desde 1924 contra o Governo Federal, ao lado do líder Luiz Carlos Prestes. Moradores mais antigos disseram que na zona rural de Piquerobi, dois soldados revolucionários abusaram de uma família ali residente, tendo estuprado duas moças. O pai, inconsolável procurou o Comandante do grupo rebelde a quem denunciou o abuso praticado pelos soldados. Imediatamente, o chefe revolucionário reuniu todo o Pelotão e pediu que as vítimas (pai e filhas) apontassem os verdadeiros culpados. Reconhecidos, foram chamados nominalmente. À cada um deles, o comandante entregou uma Pá e ordenou que cavassem duas sepulturas. Em seguida, determinou que um Pelotão de Fuzilamento, especialmente convocado fizesse a sua parte; e os acusados tiveram seus corpos enterrados ali mesmo. Provavelmente, os revoltosos permaneceram sepultados por muitos anos no Cemitério Municipal de Presidente Venceslau.

No final da década 50, quando a Petrobras encerrou as atividades relacionadas à prospecção de petróleo em Presidente Epitácio, a maioria da população queria saber o porque da paralisação dos trabalhos e os motivos que determinaram a lacração do poço pioneiro. Ninguém deu explicações até hoje! Mas especulou-se que nos últimos dias da prospecção houve sério problema com um dos Engenheiros encarregados da perfuração. É que ele havia conhecido uma moça da sociedade local, com a qual namorou, noivou e partiu para os preparativos do casamento,viajando para os Estados Unidos onde morava sua família. Certamente ele pretendia cientificá-la da intenção de casar-se com uma brasileira, cujas núpcias seriam realizadas lá mesmo em Epitácio, logo após seu regresso.

Ocorre que, por ironia do destino, quando o Engenheiro voltou teve a triste notícia de que a noiva havia fugido com um antigo namorado. E o norte-americano ficou a ver navios. Como desforra, ele decidiu tomar um grande pileque, liquidando todo estoque de whisky que havia adquirido previamente, pensando na festa do casamento. E o Engenheiro bebeu tanto, que se esqueceu de acompanhar e fiscalizar o trabalho com a sonda perfuratriz que já se aproximava dos 4.000 metros de profundidade. Foi nessa altura que a broca quebrou e a prospecção em busca de petróleo – que deveria chegar aos 6.000 metros – se encerrou ali mesmo e definitivamente.



Categoria: Memórias de um Repórter
Escrito por Altino Correia - Repórter às 14h18
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 
Meu perfil
Altino Correia, jornalista. Mais de 50 anos de atividades profissionais em Rádio, Jornal e TV. Ex-correspondente do Estadão, Folha, JB e O Globo (freelancer).


Menu
  Todas as Categorias
  Memórias de um Repórter
  Notícias
  Informes
  Fotos
Histórico
    Manutenção do Blog
    por André Fogaroli

    contato:
    cel: (18) 9712-4284
    email: andre.tec.informatica@uol.com.br
    Votação
      Dê uma nota para meu blog