MEMÓRIAS DE UM REPÓRTER (DO INTERIOR)

Informes



 
 

JORNALISTA DA GLOBO MINISTROU
PALESTRA NO TEATRO CÉSAR CAVA

Na semana da imprensa, esteve em Presidente Prudente como convidado especial da Faculdade de Comunicação – FACOPP – o jornalista Marco Antonio Rodrigues. O evento aberto ao público, reuniu grande número de estudantes de Jornalismo e eventuais interessados na palestra, considerando a bagagem cultural e o conhecimento dos assuntos de maior relevância para a comunidade atual.

Marco Antonio tem uma extensa folha de serviços prestados à Rede Globo de Televisão, onde vem atuando de forma destacada há mais de 30 anos.É responsável pelo Jornalismo de todas as Emissoras afiliadas e está no desempenho da atividade profissional há 39 anos. Antes de ingressar na Globo, ele foi Repórter da Gazeta Esportiva, Folha de São Paulo, Jornal da Tarde e o Estado de São Paulo.

O jornalista teve passagem pelos telejornais: Globo Esporte e Jornal Hoje (dos quais foi Editor-chefe), Bom dia São Paulo, Jornal Nacional e Fantástico. Além disso, responde pelos telejornais locais: SP-TV – 1ª. e 2ª. Edição, onde também teve atuação destacada como Editor-chefe. Acumula uma experiência de Dez Copas do Mundo, tendo conquistado um Prêmio Esso de Jornalismo em 1978 e dois Prêmios Telesp, o mais importante do jornalismo da época.


Marco Antonio Rodrigues relatou episódios vividos em sua atividade profissional nos Jornais e na Televisão a partir da década 70.


Após a palestra, abriu espaço para as perguntas formuladas por alunos do Curso de Comunicação e Jornalismo, respondendo a todas as indagações.



Escrito por Altino Correia - Repórter às 10h28
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

SEMANA ANTIDROGAS TERMINA
COM CAMINHADA ATÉ A CATEDRAL

No Calendário anual, 20 de Junho foi escolhido como o Dia Nacional do Combate às Drogas. Por este motivo foi criada a Semana Antidrogas, uma iniciativa da Pastoral da Sobriedade, que tem como Coordenador em toda a Diocese, o Padre José Altino Brambilla, da Paróquia Nossa Senhora Mãe da Igreja. De forma coincidente, foi ele quem liderou o movimento na última semana através da realização de uma Caminhada, que começou no Parque do Povo – defronte à Churrascaria Guaíba – e terminou uma hora depois, na Catedral de São Sebastião.

Não fossem as condições climáticas um tanto desfavoráveis - com intenso frio – e o número de participantes seria bem maior. Assim mesmo, tornou-se possível reunir uma seleta caravana de jovens e adultos de todas as idades, representando diversas Paróquias. Dentre elas, uma representação de Teodoro Sampaio. Cada membro da Pastoral da Sobriedade, caminhou seguidamente pela Avenida Coronel José Soares Marcondes. Alguns, conduzindo faixas e banners com dizeres alusivos à Campanha de Combate às Drogas.

Outras alas foram representadas por pessoas que já passaram pela triste situação de vítima das drogas. Mas com a ajuda de Deus e o apoio de pessoas abnegadas e de vivência religiosa, puderam se libertar do vício e da destruição caracterizados pela Maconha, Cocaína, Haxixe, Crack, Oxi ou outras drogas desconhecidas, que tanta desgraça têm causado ao seres humanos, especialmente aos jovens ou adolescentes mal informados ou de má formação.

Para facilitar o acesso dos participantes da Caminhada, a Polícia Militar se mobilizou com viaturas e Policiais de Transito (da Roçam), devidamente preparados para acompanhar os seguidores que se incorporaram ao movimento antidrogas. E com eles, os PMs fizeram também o mesmo trajeto, orientando o tráfego nos cruzamentos e na área percorrida. A Caminhada terminou diante da Catedral de São Sebastião, em tempo para a Missa das Dez, no domingo.


A Caminhada começou no Parque do Povo – defronte à Guaíba – ganhou a rua e se deslocou até a Catedral de São Sebastião.


O movimento liderado pela Pastoral da Sobriedade das Paróquias da Diocese, visa chamar a atenção para o perigo das drogas, da intolerância e da corrupção.


O Padre José Altino Brambilla tomou a dianteira, como Orientador da Caminhada em plena manhã de domingo de Junho, com muito frio.



Escrito por Altino Correia - Repórter às 10h20
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

NA DIOCESE, DUAS ORDENAÇÕES
SACERDOTAIS NO MÊS DE JUNHO

Durante o mês de Junho deste ano, Dom Benedito Gonçalves dos Santos – Bispo da Diocese – promoveu duas ordenações sacerdotais, nos dias: 03 e 10. A primeira Ordenação Presbiteral verificou-se na Matriz da Paróquia Nossa Senhora do Carmo (Vila Maristela). E na semana seguinte no Ginásio Municipal de Esportes - Paróquia Nossa Senhora Aparecida - na cidade de Presidente Bernardes.

Todas as cerimônias foram prestigiadas não só pelos Sacerdotes que fazem parte da Diocese, mas também Irmandades religiosas, seminaristas, membros das Pastorais e leigos. O primeiro a receber o sacramento da ordenação foi o Diácono Rafael Contini Quirino, ato que foi auspiciosamente festejado por toda a comunidade paroquial. O mesmo aconteceu em Presidente Bernardes, onde através do ato de imposição das mãos, Dom Benedito ordenou no dia 10 de Junho o neo-sacerdote, Wilson José Melhorança.

Rafael é um dos mais jovens - ordenado Sacerdote - na Diocese. Ele tem 26 anos de idade e é filho de Dona Roseli Contini Quirino e do Sr. Pedro Contini da Silva, dedicados ao ramo empresarial. O neo-sacerdote estudou inicialmente no Seminário Diocesano de Presidente durante dois anos. Depois, transferiu-se para Marília, onde desenvolveu estudos de Teologia e Filosofia por três anos. Sempre foi freqüentador assíduo da Igreja Paroquial de Nossa Senhora do Carmo.

Antes de pensar no ingresso à vida religiosa teve a excelente oportunidade de conhece e conviver com os Servos da Misericórdia, onde descobriu sua verdadeira vocação. Nunca enfrentou problemas de discriminação, preconceito ou repúdio por abraçar essa maravilhosa carreira de sacerdócio. E toda sua família foi a primeira a demonstrar aceitação e alegria por tê-lo agora como Sacerdote de Melquisedec, a serviço do Senhor e da Igreja Católica Apostólica Romana.

No ato de Ordenação, Padre Rafael pode sentir o quanto é estimado entre seus amigos e familiares. Por isso, foi aplaudido, abraçado e cumprimentado por todos. A começar pelos pais e depois, pelos seus avós que por toda a vida acompanharam sua brilhante carreira. E agora – como é natural – eles e todos os demais familiares se sentem realizados por tê-lo como o mais novo Sacerdote da Diocese de Presidente Prudente.


Cumprindo o ritual da Santa Igreja Católica, este ato presidido pelo Bispo da Diocese – através da imposição das mãos - se constitui como o mais importante da Ordenação Presbiteral.


Aqui, a presença dos país, Roseli Contini Quirino e Pedro Contini da Silva. Junto ao altar, o Bispo, o Cerimoniário, o Vigário e alguns amigos do néo-sacerdote.


Ordenado Sacerdote, o Pe.Rafael Contini Quirino distribui a Santa Eucaristia pela primeira vez na Paróquia de Nossa Senhora do Carmo. Seus pais foram os primeiros a receber a hóstia consagrada.


Aspecto parcial dos membros participantes da Comunidade Paroquial de Nossa Senhora do Carmo que vieram prestigiar o ato solene de ordenação e uma foto com os avós do novo Sacerdote.



Escrito por Altino Correia - Repórter às 14h14
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

TÍTULO DE CIDADANIA PARA
O PRESIDENTE DO TRT EM SP

O Presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região em São Paulo, Desembargador Renato Burato é o mais novo “Cidadão Prudentino”. A outorga do título se deu em sessão solene no dia 24 de Maio. O título que é regulamentado por Decreto Legislativo, foi concedido por unanimidade de votos dos vereadores da 15ª. Legislatura, tendo atualmente como Presidente, a Prof. Alba Lucena Fernandes Gandia.

O homenageado – Desembargador Renato Burato - é natural de Campinas/SP, sendo eleito para a Presidência do TRT da 15ª.Região no biênio 2010/2012. Advogado Trabalhista, teve atuação destacada durante mais de 15 anos como Diretor Jurídico da Associação Comercial e Industrial de Campinas, até ingressar no TRT em 1998. Posteriormente, presidiu a 7ª.Câmara do Regional e coordenou as Comissões de Gerenciamento do Fluxo Processual e de assuntos administrativos de Orçamentos e Finanças.

No ato de entrega do título de Cidadania e homenagens especiais, se fez presente ao recinto da solenidade o Juiz Diretor e titular da 1ª.Vara do Fórum Trabalhista de Presidente Prudente, Dr. José Roberto Dantas Oliva. Ocupando a Tribuna para seu pronunciamento, ressaltou a importância da grande obra a ser edificada em Presidente Prudente com o empenho pessoal do Desembargador Burato. E lembrou a forma pela qual, ele e suas colegas do Juizado: Kátia Liriam Pasquini Braiani (da 2ª.Vara) e Nelma Pedrosa Godoy Santana Ferreira (Auxiliar fixa do Fórum Trabalhista local), foram recepcionados em seu Gabinete.

O Engº Laércio Alcântara, que representou o Prefeito também agradeceu a atenção que o Desembargador tem dispensado à atual administração de Presidente Prudente. “A transformação do TRT é visível e a nova sede na cidade mostra muito mais que uma bela obra, porque proporciona melhores condições de trabalho”.

Na mesma oportunidade, o Secretário Alcântara entregou em nome do Executivo, o Projeto Arquitetônico elaborado pelo Arquiteto Maurício Fernandes, da SEPLAN que apresenta o novo Edifício do Tribunal Trabalhista, a ser construído em terreno doado pela Prefeitura. A nova edificação a ser implantada estará sediada no Parque do Povo e será das mais modernas e funcionais.

Ao agradecer pelas honrarias recebidas, o Desembargador Renato Burato declarou ter assumido o compromisso de atuar arduamente por melhores condições de trabalho; e assim, vem se empenhando. Parabenizou a administração pública municipal e assumiu o compromisso de iniciar a nova construção ainda este ano. “Estou muito honrado em receber o título de Cidadão Prudentino. Na verdade - disse - o mérito é de todo o Tribunal. Já me sinto prudentino e prometo decorar o Hino do Município, para a próxima vez”.


A sessão solene da Câmara Municipal de Presidente Prudente, em homenagem ao Desembargador Renato Burato, Presidente do TRT da 15ª Região de SP.


O homenageado foi saudado da Tribuna da Câmara pelo Diretor do Fórum Trabalhista e Juiz da 1ª. Vara de Prudente, Dr. José Roberto Dantas Oliva.


Em mãos do Desembargador a planta onde é mostrado o Projeto da nova sede do Fórum Trabalhista a ser construído no Parque do Povo, c/ início ainda este ano.



Escrito por Altino Correia - Repórter às 14h05
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

IMPRENSA HOMENAGEADA
PELO COLÉGIO BRAGA MELLO

O Colégio Braga Mello em Presidente Prudente foi a única instituição a se lembrar da passagem do Dia da Imprensa, razão pela qual organizou uma cerimônia especial no Terraço “Aruá Hotel” para homenagear os profissionais de comunicação da cidade. Entre eles, nos encontramos, tendo recebido as maiores manifestações de carinho e simpatia pelo trabalho realizado no decorrer dos últimos 60 anos. Um café completo foi servido a todos os presentes, incluindo o Prefeito, Vice-Prefeito e outras autoridades.

No local, houve também debate sob o tema “Jornalismo regional e seus rumos”, com a coordenação da Profª Carolina Costa Mancuzo, da FACOPP, envolvendo também os Jornalistas: João Alberto Pedrini (Oeste Notícias); Débora Nigro (TV Band) e Mariana Hirai (O Imparcial). Os jornalistas de Rádio, Jornal, TV, Twiteiros e Blogueiros presentes ao Encontro se envolveram na discussão, manifestando seu ponto de vista pessoal sobre os assuntos em discussão.

A Diretoria do Colégio Braga Mello se fez representar por Dona Neusa, Antonio de Mello, seu filho Toni e outros membros da família. Na confraternização da classe, houve pronunciamento especial do Diretor Toninho de Mello – que além de declamar poesias e prestar homenagem à classe que se dedica à imprensa – destacou as ações desenvolvidas nos últimos 20 pela sua instituição que conta com 600 alunos. Houve ainda sorteio de brindes e homenagem especial através de poesias declamadas pelo Sr. Toninho de Mello.

O Prefeito Milton Carlos de Mello – Tupã – também se manifestou para enaltecer a iniciativa do Colégio Braga Mello em homenagear os profissionais de comunicação, numa atitude que demonstra o quanto a Escola é democrática. E acrescentou que Prudente conta com uma imprensa coerente com bons profissionais. “A exemplo disso, citou o jornalista Altino Correia, que possui uma reconhecida carreira, com mais de 50 anos de atuação”. Apaixonado pelo futebol, o Prefeito lembrou que “desde criança é ouvinte dos programas de Rádio e narrações esportivas”.

O anfitrião Toni Mello – que é o Coordenador de Comunicação do Colégio – disse que o Café da Manhã, com o qual homenageou os profissionais de comunicação, é uma forma de prestigiar o trabalho da imprensa, a fim de mostrar o quanto eles são importantes para a sociedade.


Antonio (Toninho) Braga Mello fez a saudação em nome da Diretoria do Colégio, homenageando os profissionais de comunicação e imprensa de Presidente Prudente.


Rádio, Jornal, TV e comunicadores em geral tomaram parte neste encontro, realizado por iniciativa do Colégio Braga Mello.

 


O Prefeito Milton Carlos de Mello, não só elogiou a iniciativa dos Diretores do Braga Mello como também ressaltou a importância do trabalho desenvolvido pelos jornalistas.



Escrito por Altino Correia - Repórter às 13h55
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

PROJETO “VENHA CONHECER A UNESP”
EMPOLGA MILHARES DE ESTUDANTES

Pela primeira vez, a Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Campus de Presidente Prudente – abriu suas portas para que milhares de estudantes pudessem conhecê-la e travar contato direto com seus principais dirigentes. Essa abertura tornou-se possível nos dias 14 e 15 de Junho, durante a realização do Projeto “Venha conhecer a Unesp”. O principal anfitrião, foi o Prof. Dr. Marcelo Messias (Vice-Diretor da FCT/UNESP), que acolheu a todos com a maior urbanidade e prestou todas as informações que os estudantes gostariam de saber.

O Prof. Dr. Carlos Alberto Penatti, também se fez presente a esses encontros sediados no Anfiteatro V e falou sobre os Vestibulares da UNESP (ou Vunesp). Pelas suas informações, as inscrições aos próximos Vestibulares deverão ser abertas de 08 de Setembro a 12 de Outubro de 2011; as taxas estarão em torno de R$30,00 e as provas serão realizadas em duas fases, nos dias: 06 de Novembro e 18 ou 19 de Dezembro. O número de vagas deve girar em torno de 6.500.

Do evento significativo realizado durante dois dias, houve participação de estudantes do 3º ano do ensino médio (em número superior a mil), provenientes de escolas públicas de Presidente Prudente e região. As turmas que se inscreveram previamente, foram recepcionadas em períodos diferentes – de acordo com a capacidade do Anfiteatro - ou seja: pela manhã e à noite, durante dois dias.

Além da apresentação geral da Unesp como Universidade de Ensino, Pesquisa Extensão Universitária, o Prof. Dr. Marcelo Messias dialogou com a platéia em todos os momentos, esclarecendo eventuais dúvidas que existiam em meio à classe estudantil. Destacou a importância da Unesp como Universidade Pública de Excelência, com o maior número de cursos, alunos e projetos que beneficiam toda a comunidade local e regional.

Alunos do curso de licenciatura em Química da FCT proporcionaram um show com vários figurantes e uma sátira teatral envolvendo a questão do Diabetes foi apresentada no palco do Anfiteatro por vários intérpretes devidamente caracterizados. Alunos do curso de Fisioterapia encenaram – com muita graça e descontração – o tema: Diabetes – você sabe o que é? E em outro local de acesso nos corredores do Anfiteatro, realizou-se uma Exposição de Painéis sobre Projetos de pesquisas desenvolvidos na Universidade.

Após a realização do show de humor foi feita a distribuição do “Guia de Profissões”, contendo informações sobre carreiras e cursos de graduação e Pós-Graduação mantidos em Presidente Prudente pela FCT/UNESP. Ensino público gratuito e de qualidade com 12 cursos: Arquitetura e Urbanismo; Ciência da Computação; Educação Física; Engenharia Ambiental; Engenharia Cartográfica; Estatística, Física; Fisioterapia; Geografia; Matemática; Pedagogia e Química.


Pela primeira vez, estudantes do Ensino Fundamental visitam como convidados, a Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp – Campus de Presidente Prudente – SP.


O Projeto “Venha conhecer a Unesp” teve ampla receptividade e milhares de alunos, saíram satisfeitos com o que viram e ouviram durante a programação especial.



Escrito por Altino Correia - Repórter às 13h41
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

POPULAÇÃO DE PRUDENTE DÁ
SEU ÚLTIMO ADEUS AO Pe.AURÉLIO

A comunidade diocesana de Presidente Prudente teve a oportunidade de prestar significativa homenagem ao Padre Aurélio da Silva Ribeiro, que deixou o mundo dos vivos no dia 16 de Junho. Era um dos mais antigos sacerdotes no exercício de suas atividades; com maior tempo na Paróquia Nossa Senhora do Carmo, de Vila Maristela e ultimamente em tratamento de saúde. Assim mesmo, foi sempre atencioso e muito prestativo, tendo antes atuado nas Paróquias de Mirante do Paranapanema e Tarabai.

Pelo que fomos informados, Padre Aurélio contava 88 anos de idade, dos quais, 55 anos dedicados ao Sacerdócio, desde sua ordenação presbiteral no dia 04 de Dezembro de 1955 na Comunidade dos Religiosos de Nossa Senhora de Sion, em São Paulo. Em ele 1970 veio para Presidente Prudente, a fim de prestar uma assistência mais afetiva aos seus pais que aqui residiam; e desde então aqui se fixou em caráter definitivo até seu último dia de vida.

Bastante fragilizado e com a saúde em situação delicada - em conseqüência de um Câncer de Estômago – ele precisou ser submetido a um rigoroso tratamento que durou cinco anos. Logo após a noticia de sua morte, começaram a chegar à sede Paroquial inúmeras pessoas de sua amizade e convivência, que participaram do velório na própria Igreja Matriz. Durante a Homilia, tanto Dom Benedito como o Padre Alex, ressaltam a importância do trabalho desenvolvido por Pe.Aurélio, especialmente no Projeto de modernização da sede paroquial.

No mesmo dia, no período da tarde foi celebrada Missa de Corpo Presente, por Dom Benedito Gonçalves dos Santos – Bispo da Diocese – Dom José Maria, Bispo Emérito e vários sacerdotes. O Velório continuou por toda a noite e na manhã seguinte, com a presença de 18 sacerdotes e um diácono foi celebrada a Missa de despedida. E todos os amigos do querido sacerdote estiveram presentes, a fim de manifestar irrestrita solidariedade, dando-lhe seu último Adeus!

O sepultamento do Padre Aurélio da Silva Ribeiro verificou-se às 10hs. da manhã do dia 17 de Junho no Cemitério de São João Batista, em Presidente Prudente. O corpo encontra-se repousando na Cripta dos Sacerdotes, ao lado dos restos mortais de outros religiosos que partiram para a Casa do Pai.


Pe. Aurélio da Silva Ribeiro chegou em Pres. Prudente em 1970 e desde então, aqui se fixou como Sacerdote, até seu último dia de vida. Conquistou grandes admiradores.


Esta foi a última missa de corpo presente para as homenagens ao Padre Aurélio da Silva Ribeiro, tendo comparecido 18 sacerdotes e um diácono.


Chegou a hora da despedida! O Sr. Airton fala em nome de toda a comunidade paroquial.



Escrito por Altino Correia - Repórter às 13h07
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

OS FATOS ACONTECEM

Um novo tempo

A chegada do inverno este ano, surpreendeu muita gente. Os termômetros sofreram declínio acentuado, chegando a 2 graus, o que provocou grandes perdas no meio rural. Na média sorocabana – mais propriamente em Echaporã/região de Assis – as lavouras de tomate foram dizimadas em 90%, segundo os técnicos. Lavouras de mandioca foram totalmente queimadas pelas geadas que incidiram sobre extensas plantações que abastecem o mercado de SP e PR. Além disso, outras culturas, em especial as hortaliças foram bastante danificadas e com certeza, o consumidor estará pagando mais caro a partir deste momento.

As flores do inverno

Em todos os pontos da cidade e região, o que mais chamou a atenção do público nos últimos dias de Junho e princípio de Julho, foi a florada dos ipês: rosa e roxo. São milhares de árvores floridas que se espalham por toda parte. Não é a primeira e nem será a última florada do ano, porque outras virão; e também para as variedades: branca e amarela.

O que Narandiba tem!

Na região de Presidente Prudente existem cidades com nomes exóticos. Uma delas é Narandiba, que tem algo ligado à citricultura pelo fato de ter sido um dos primeiros municípios a contar com um avançado projeto de tecnologia agrícola, voltado à fruticultura. Mas nos últimos anos, a cana tomou o espaço de outras culturas, fazendo com que o município conquistasse a vinda de duas modernas Destilarias de Álcool, com a produção de Etanol em elevada escala. Além disso, conta ainda com alguns remanescentes florestais, e lógico, alguns animais que sobreviveram à ação devastadora do homem.

Problemas agrários em debate

Assuntos fundiários têm sido debatidos com muita freqüência na região de Presidente Prudente, considerando o potencial econômico, a ocupação da terra e sua produção agropecuária, embora a ação nefasta do MST seja considerado o problema mais grave a desafiar soluções. Nas defesas públicas de dissertações de Mestrado ou teses de Doutorado, a figura mais exponencial é a do Prof. Dr. Bernardo Mançano Fernandes - docente da FCT/UNESP – que tem sido orientador de inúmeros trabalhos acadêmicos. O mais recente episódio da questão agrária esteve voltado à Bolívia, onde dois estudantes vieram até Presidente Prudente especialmente para a defesa de seus temas a nível internacional, tendo o Prof. Mançano como orientador.

Uns plantam, outros destroem!

Parece inacreditável, mas ultimamente algumas árvores frutíferas implantadas em vias públicas da cidade de Presidente Prudente – assim como outras árvores ornamentais – passaram a ser danificadas e até mesmo destruídas por vândalos. Existem vias públicas, onde dificilmente as árvores permanecem de pé, porque elementos sem escrúpulo as destroem na calada da noite, sem que sejam denunciados ou punidos por esse ato irresponsável. Um abacateiro e uma mangueira, em franca produção desapareceram de forma estranha de um dia para o outro. E em plena Avenida Manoel Goulart, um cajueiro (que já mostramos neste blog) foi totalmente mutilado, sem que houvesse qualquer explicação.

Um bem-te-vi não muito atrevido

Para quem ama ou vive a natureza, a imagem representada por aves ou animais sempre chama a atenção. Quantas vezes você ouviu o canto do Bem-te-vi, repetidamente em torno de algum local aprazível, ou mesmo nos fundos de vales, nos jardins, praças públicas ou ao lado de um poste com Transformador de energia elétrica, onde eles se aninham constantemente. Na última semana, tivemos a oportunidade de ver um bem-te-vi bem próximo ao Café da Faculdade de Ciências e Tecnologia. O bichinho saltava de cadeira em cadeira, ou caminhava pelo chão, em busca de alimentação representada por pequenos fragmentos de salgadinhos. E ele está aqui, fotografado para história...

E as queimadas estão voltando!

A Secretaria Municipal do Meio Ambiente, assim como os bombeiros e a Polícia Militar precisam estar atentos às queimadas que se verificam na área suburbana de Presidente Prudente. Muitas vezes as queimadas ocorrem no final da tarde ou prioritariamente nos finais de semana, pelo simples motivo de não haver rigor na fiscalização contra esses abusos. Quando alguém aciona a Polícia, nem sempre é atendido imediatamente, pelo fato de existirem outras prioridades. Com isso, os infratores ganham tempo e agem livremente. Uma dessas queimadas ocorreu na Vila Gení.Veja fotos exclusivas (antes e depois).

UBS do “Cohabão”

No mês passado, esteve em Presidente Prudente com a finalidade principal de inaugurar novas obras, o Ministro da Saúde do Governo Dilma, Alexandre Padilha. Um dos melhoramentos inaugurado solenemente, foi a Unidade Básica de Saúde, construída com recursos originários do Governo Federal e Prefeitura Municipal – através de convênio – firmado recentemente. Trata-se de um excelente serviço que a Secretaria Municipal de Saúde vem prestando à comunidade, tanto da Cohab-Cecap como de outras áreas adjacentes.

Inovação em nossas praças

Em tempos passados, a primeira preocupação ao ser implantada uma Praça Pública era de contar com um Coreto, para as pregações políticas ou exibição de bandas de música. Depois, vieram os Parques Infantis (ou Play-grounds) destinados às crianças. Mais recentemente, as atenções se voltaram para os idosos, que representam uma legião com tendência a aumentar cada vez mais. Com isso, a 3ª. idade passou a ser contemplada com Academias para a realização de exercícios físicos, uma alternativa que ganhou adeptos em toda parte. Presidente Prudente se tornou pioneira nessa inovação, tendo a administração pública implantado até agora 35 Academias. Mas outras 35 ou mais, virão no decorrer dos próximos meses.

Defesa Civil se reúne na OAB

Pelo espaço de dois dias, realizou-se em Presidente Prudente o “Seminário Regional de Defesa Civil”, tendo por objetivo uma avaliação geral da segurança, com mapeamento das áreas de risco, sistemas de alerta, emergência, integração, interação e outras medidas preventivas. A abertura do Seminário na sede da OAB foi feita pelo Cel.PM Admir Gervásio Pereira – da Casa Civil do Governo Estadual - com exposições de Rogério Rodrigues Ribeiro e palestras do Meteorologista Edilson Bastos Machado Júnior e Carlos Ferreira Lopes, da CETESB. O encontro regional teve a coordenação do Te.Cel.PM Claudemir Mauro Alcarria, então Comandante do 14º Grupamento de Bombeiros de Presidente Prudente, transferindo-se agora para o Comando do 18º BPM-I.

Abusos no Trânsito urbano

O centro da cidade de Presidente Prudente vem passando por várias transformações, desde o Calçadão da Maffei com áreas demarcadas com obras de assessibilidade até a sinalização de trânsito e pontos reservados para Estacionamentos de Deficientes e Idosos, juntamente com a área publica destinada à Zona Azul que é mantida através de convênio com a atuação de jovens e adolescentes da Casa do Pequeno Trabalhador. São áreas de constante fiscalização, com multas aos infratores. Entretanto, ainda existem muitas pessoas que se aproveitam da situação e sem qualquer justificativa, ocupam áreas preferenciais, reservadas tão somente à Deficientes ou Idosos e que devem ser respeitados. Veja quem se utiliza desse expediente:



Escrito por Altino Correia - Repórter às 12h51
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




 
 

AMAZÔNIA: UM IMPÉRIO
SOB DOMÍNIO DE NOVE PAÍSES

MONTEZUMA CRUZ – Especial p/o Blog “Memórias de Um Repórter do Interior”.

Amazônias até se parecem, mas não são únicas. Pobres, ricas, deslumbrantes, imponentes, exigem estudos de uma vida inteira. Nem o americano Teodore Roosevelt, o sábio francês Claude Lévi Strauss, ou o explorador britânico Percival Fawcett a conheceram. Strauss foi a Guajará-Mirim (RO) e Fawcett se perdeu na Serra do Roncador, sem ter chegado mais ao norte do País.

Emissários de Roosevelt alcançaram o Amazonas, Rondônia e Mato Grosso. Uma região situada entre esses dois estados, por exemplo, se tornou conhecida por Roosevelt, terra de ouro e diamantes.

Para início de conversa, Brasil, Bolívia, Peru, Equador, Colômbia, Venezuela, Guiana, Suriname e Guiana Francesa formam o que se entende por Amazônia, com 6,9 milhões km².

Daí, não haver “especialista em Amazônia”. Engana-se a si mesmo quem se arvora assim, ambicionando agarrar o mundo com tão poucos dedos.

Esse vasto continente implica um banco genético de eternos estudiosos e aprendizes, e eles conservam esse honroso banco a vida inteira.

Existem pessoas nascidas em Roraima, que nunca saíram de lá. Outras, acima do Paralelo 11 (nortão mato-grossense), viram surgir cidades cercadas por café, milharal e garimpo de ouro, no entanto, nunca viajaram de canoa, vapor ou de avião.

A maioria dos moradores do Oiapoque não sabe o local da nascente do Rio Madeira. Uns conhecem de cor os velhos varadouros de seringais acreanos, mas desconhecem as ilhas de Abaetetuba (PA) ou o Araguaia. Moram em Paraupebas (PA), mas não sabem exatamente onde fica Nova Mamoré (RO).

Outros fizeram compras na Zona Franca de Manaus, mas ignoram onde ficam as Ilhas Anavilhanas, ou a região da “Cabeça do Cachorro”, no Alto Rio Negro. Alguns visitaram parques nacionais, terras indígenas e reservas extrativistas diversas vezes, mas desconhecem os bairros das próprias capitais amazônicas. Muito menos que o rio Amazonas nasce no Peru.

Numa diversidade de conhecimentos, a própria Amazônia desconhece a Amazônia. E nós? Já estivemos, pelo menos, nas capitais e nas principais cidades de cada um dos nove estados?

Cientistas e jornalistas já visitaram diversos municípios amazônicos. Cada qual desconhece o lugar aonde o outro pôs os pés, sobrevoou ou navegou.

Interpretar e compreender as Amazônias é uma tarefa complexa. Alinham-se: Amazônia Continental (no Brasil e outros países da América do Sul), bacia do rio Amazonas, Amazônia Legal, bioma Amazônia e floresta Amazônica.

Confunde-se no Ensino Fundamental e até na Universidade o conceito de Estado do Amazonas e a Amazônia. E quando entendemos que existem várias Amazônias, os conceitos e temas se sobrepõem.

Ensina o geógrafo do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), Reinaldo Corrêa Costa: “Nem mesmo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) sabe, com precisão, delimitar a área que cada uma das Amazônias ocupa”.

Nada faremos de excepcional. Este site dentro do site buscará dar ressonância a estudos divulgados em tantos sites-referência, oferecendo a sua parte no estudo de um continente que exige ser melhor compreendido.

Na medida do possível, publicaremos matérias produzidas nessas Amazônias, as quais abraçamos com um misto de amor, temor e deslumbramento.

Quem sabe possamos avaliar um pouco dos 3,8 milhões de km² da bacia do rio Amazonas, cobertos pela floresta. Prestando muita atenção nos demais tipos de vegetação, porque essa bacia também possui cerrado e campos.

A floresta amazônica existe no Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Mato Grosso, Rondônia, Roraima, Tocantins e Maranhão. Até hoje não se sabe com certeza quanto da Amazônia é de floresta. Para o IBGE, a área é de 3,8 milhões de km², ou seja o total da bacia Amazônica. Estudos do Instituto do Homem e do Meio Ambiente da Amazônia (Imazon) revelam que a floresta cobre 64% da Amazônia Legal (3,3 milhões de km²). Antes do desmatamento, a cobertura original era de 73% da região.

Em quatro anos, o Exército Brasileiro mostrará o que vem fazendo na Cabeça do Cachorro, que foi escolhida como ponto de partida para um arrojado projeto de mapeamento. O apelido se deve à figura que lembra o pescoço, as orelhas, o focinho e a boca de um cachorro. Por suas artérias fluem as águas escuras do Rio Uaupés, do Rio Içana e do próprio Negro, conectados por uma infinidade de igarapés. Nos ombros, leva o Pico da Neblina, o ponto mais alto de Brasil, e sua pele é coberta por uma das florestas mais antigas e bem preservadas da Amazônia.

E o bioma Amazônia?

Segundo o IBGE, fica nesse time de nove estados e totaliza 4,2 milhões de km². São regiões com o mesmo clima, a mesma vegetação florestal e a mesma fauna. Esse conjunto de fatores cria condições biológicas específicas para a área. O bioma amazônico ocupa 49,29% do Brasil e é o maior bioma terrestre do País.

O segundo maior é o bioma cerrado, mas também se estende para os outros países.

E o que é Amazônia Legal?

Igualmente reúne esse time dos nove, somando 5,2 km². Trata-se de um conceito político criado pelo governo brasileiro em 1953, sob a justificativa de que havia problemas econômicos, políticos e sociais semelhantes nesses estados, mas a divisão não corresponde à geografia natural da Amazônia. No Tocantins, por exemplo, há áreas de cerrado.

Vamos passar o tempo todo, a vida toda dedicados à interpretação dessa bacia do rio Amazonas, que atravessa alguns países. Daí, a infinidade de conflitos, a luta pela soberania, o grito dos cientistas, dos institutos, das organizações, e das universidades.

Sim, porque há idéias, projetos políticos e socioeconômicos, comandos e desmandos sobre um continente de 6,5 milhões a 7,5 milhões de km², em grande parte mapeado no exterior. Na verdade, um patrimônio da humanidade.

Nos laboratórios de Manaus e Belém, os tubos de ensaios dos pesquisadores parecem repetir o samba: esquentai vossos pandeiros. Aparecem resultados surpreendentes de estudos da flora, do solo e do reino animal. Os 3,8 milhões de km² brasileiros estão aqui, desnudos. E ainda não dimensionamos exatamente o quanto sofre e o quanto se alegra o ser humano cá de dentro.

É preciso viver, e viver não é brincadeira não.

Cá estamos para aprender e não para ensinar aquilo que ainda pouco aprendemos.


Kaiabi e Ava-canoeiro são dois povos indígenas capazes de ir e vir entre pontos distantes na floresta. Ali permaneceram felizes, só se tornando infelizes depois que o “progresso” chegou.


E o bioma Amazônia? O segundo maior é o bioma cerrado, mas também se estende para os outros países.



Escrito por Altino Correia - Repórter às 14h01
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 
Meu perfil
Altino Correia, jornalista. Mais de 50 anos de atividades profissionais em Rádio, Jornal e TV. Ex-correspondente do Estadão, Folha, JB e O Globo (freelancer).


Menu
  Todas as Categorias
  Memórias de um Repórter
  Notícias
  Informes
  Fotos
Histórico
    Manutenção do Blog
    por André Fogaroli

    contato:
    cel: (18) 9712-4284
    email: andre.tec.informatica@uol.com.br
    Votação
      Dê uma nota para meu blog